Postado às 05h06 Coluna [ 2 ] Comentários Enviar por e-mail

O discurso infeliz da senadora Fátima

A senadora Fátima Bezerra (PT) foi infeliz na sua estreia na tribuna do Senado Federal. Fez um discurso agressivo contra a imprensa brasileira, afirmando que os veículos partidarizam a notícia, condenando de forma direta o noticiário da roubalheira na Petrobras.

Ou seja, a senadora potiguar sugere que a mídia nacional destaca os crimes de corrupção no governo do PT, com base nas investigações da Polícia Federal e do Ministério Público Federal, para atingir Dilma e satisfazer interesses da oposição.

Menos, senadora.

A imprensa cumpre o seu papel, sem qualquer interesse do protagonismo político, como a petista criticou. Esse discurso, todos sabem, faz parte da estratégia criada ainda no primeiro governo do ex-presidente Lula da Silva (PT), para atenuar os efeitos do escândalo do mensalão. Naquele momento, um batalhão de petistas espalhados nas redes sociais vendeu a ideia de que jornalistas tentavam um golpe contra o governo Lula e rotulou a mídia de “Partido da Imprensa Golpista (PIG)”.

Na verdade, essa estratégia é tão antiga quanto desleal.

Os políticos sujos, na época do coronelismo, tentavam desqualificar jornais e jornalistas que noticiavam os seus malfeitos. Para cada denúncia que surgia, o coronel saía com o discurso de que era vítima da imprensa, porque não atendia os seus interesses. As pessoas, de certa forma, acreditavam. Só que agora os tempos são outros.

Não cabe essa de imprensa golpista, de imprensa partidarizada ou coisa parecida.

Seria melhor se Fátima Bezerra, como política séria que é – e, até aqui, não existe nada que desabone a sua conduta pública –, assumisse de verdade a bandeira de luta dos brasileiros contra a corrupção.

Ao invés de atacar a imprensa, deveria reforçar o trabalho de assepsia na política, ajudando a tirar do caminho políticos corruptos, a partir da sua própria casa, o PT, que continua lambuzado pelas mãos de políticos condenados por corrupção, como são os casos dos mensaleiros José Dirceu, José Genoino, João Paulo, Delúbio Soares, entre outros.

Fátima precisa entender que as pessoas estão cada vez mais conscientes de sua responsabilidade na vida do País. Ter renovado o mandato de Dilma, com o voto direto, não significa que o povo aceite os desmandos contra o patrimônio da nação, como é o caso da roubalheira da Petrobras. E não aceita mais qualquer tipo de conduta criminosa com o País.

Portanto, senadora, assuma verdadeiramente a defesa do Brasil e dos brasileiros, porque foi para isso que o eleitor potiguar lhe confiou o mandato no Senado Federal.

 

Mossoró está na agenda de Henrique

O ex-deputado Henrique Alves, presidente estadual do PMDB, colocou Mossoró na sua agenda para o mês de março. Vem resolver a situação do diretório municipal do partido, a partir de uma conversa com a presidente, ex-prefeita Fafá Rosado. O líder peemedebista sabe que Fafá não pretende continuar na sigla, decepcionada com o tratamento que recebeu dos Alves nas eleições de 2014, quando naufragou no projeto de se eleger deputada federal. Mesmo assim, Henrique vai tentar convencer a ex-prefeita a continuar no partido. Não se sabe se ele virá a Mossoró já na condição de ministro.

 

Para acabar com ‘favores’

O vereador Lairinho Rosado (PSB) apresentou projeto que proíbe o Município contratar serviços com empresas ou pessoas físicas doadoras de campanhas eleitorais. A mesma regra é aplicada para a Câmara. Lairinho justifica: “É preciso coibir, de todas as formas, a troca de ‘favores’ nos processos eleitorais, onde uns doam recursos a candidatos em troca de facilidades na contratação com o Poder Público.”

 

Depois das eleições…

O governo Dilma excluiu 5,8 milhões de famílias do programa Tarifa Social da Baixa Renda, quase a metade do total de beneficiados. Na campanha à reeleição, Dilma exibiu o programa na televisão, enaltecendo a sua importância, por garantir luz para todos, desde o governo Lula.

 

Segue

Passadas as eleições, reeleição confirmada e empossada, a presidente passa a navalha. Não precisa mais do voto. Assim como fez com o programa “Minha Casa Melhor”, também podada pela tesoura presidencial.

 

Investimentos em Assú

Na leitura da mensagem anual, o prefeito de Assú, Ivan Júnior, anunciou mais de R$ 2,5 milhões em obras para o município em 2015. Além, claro, de confirmar a inauguração do campus da Ufersa, com curso de Medicina.

 

O líder

Acostumado a atirar no telhado alheio, o deputado Fernando Mineiro (PT) agora vai ter que ser mais “bonzinho”. Ele aceitou defender o governo Robinson Faria (PSD) na Assembleia Legislativa, como líder.

 

Leite fica com a primeira-dama

O Programa do Leite, que na gestão passada era coordenado pela Emater-RN, volta para o controle da Secretaria do Trabalho, Habitação e Assistência Social, que tem como titular a primeira-dama Julianne Faria. O governador Robinson, porém, não quer que a responsabilidade recaia só sobre a sua esposa, por isso, decidiu que a Emater ficará auxiliando a gestão.

 

Força dos ventos

O Idema emitiu licença para a implantação do Complexo Eólico Facheiro, o maior parque eólico da região central, que será instalado nas cidades de Lajes, Caiçara do Rio dos Ventos e São Tomé, no RN.

 

Atrasado

O Ministério da Educação decidiu adiar em mais de um mês o início das aulas do Pronatec, programa que oferece cursos técnicos gratuitos. O Governo adiou porque atrasou o pagamento das mensalidades.

 

É NOTÍCIA

1 – O deputado Beto Rosado (PP) será membro titular da Comissão de Minas e Energia e suplente da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural. Definido.

2 – O mercado reagiu à derrota do Governo pelo ajuste fiscal e operou em alta ontem. No início da tarde, a moeda americana havia ultrapassado a barreira dos R$ 3,00. Investidores estão sem apetite.

3 – O vereador Narcizo Silva (PTN) defende o selo de utilidade pública do projeto “Reviver” do Terço da Sagrada Família. Importante na recuperação de mulheres dependentes químicas.

4 – Os servidores públicos municipais de Mossoró iniciam o dia discutindo pauta salarial de 2015. A assembleia geral será aberta às 9h, no VillaOeste, sob a coordenação do Sindiserpum.

5 – A Câmara Municipal de Mossoró aprovou projeto que cria o Código de Ética e Decoro Parlamentar do Legislativo. A matéria é de autoria do Tassyo Mardonny (PSDB), para estabelecer princípios.

 

FRASE

“Prefiro os ruídos da imprensa livre ao silêncio ensurdecedor dos porões da ditadura.”

DILMA – Presidente, em defesa da imprensa, contrariando o que pensa o PT..


Postado às 05h00 Túnel do Tempo Nenhum comentário Enviar por e-mail

* De 1887 – Nascimento de Heitor Villa-Lobos, compositor de espírito inovador, participante ativo da Semana de Arte Moderna.

* De 1932 – Primeira edição da tradicional Festa da Uva, de Caxias do Sul (RS).

* De 1936 – Prestes é preso no Rio de Janeiro, juntamente com Olga Benário.

* De 1946 – Churchill discursa contra a “cortina de ferro”, o que marca o início da Guerra Fria.

* De 1948 – UNE forma Comissão Estudantil de Defesa do Petróleo, que cria o lema “O Petróleo é Nosso”.

* De 1953 – Morre Stalin, dirigente máximo da URSS de 1922 a 1953.


Postado às 22h56 política Nenhum comentário Enviar por e-mail

A senadora Fátima Bezerra (PT/RN) foi eleita, por unanimidade, vice-presidente da Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado.

A presidência ficou com o senador Romário (PSB/RJ).

Após ser eleita, Fátima afirmou que pretende dar continuidade a luta pela educação brasileira.

“Essa tem sido minha principal bandeira. Como professora, sindicalista e ao longo dos meus mandatos de deputada estadual e federal, tenho a convicção do quanto é essencial investir e cuidar da nossa educação, das nossas crianças, jovens e adultos para que tenhamos uma nação que todos nós sonhamos, generosa, solidária, com distribuição de renda, emprego e inclusão social”, disse.

Fátima reafirmou que para fazer o Brasil se tornar uma “Pátria Educadora”, será preciso fazer com que o novo Plano Nacional de Educação (PNE) chegue ao chão das escolas deste país, através das metas ousadas do plano.

Fátima também ficou como titular na Comissões de Constituição e Justiça (CCJ) e de Direitos Humanos (CDH) e, na suplência das Comissões de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR), Assuntos Sociais (CAS) e Assuntos Econômico (CAE).

A senadora ainda foi nomeada vice-líder  da bancada do PT.


Postado às 15h09 política Nenhum comentário Enviar por e-mail

O deputado Gustavo Carvalho (PROS) apresentou projeto de lei, na manhã desta quarta-feira (4), suspendendo a taxa de religação do serviço de energia elétrica por parte das empresas concessionárias do serviço junto aos consumidores que estão em atraso no pagamento da fatura.

O parlamentar propõe que o fornecimento já seja restabelecido no pagamento do débito que originou o corte, dentro do prazo máximo de 24 horas e sem qualquer ônus para o consumidor.

“Quero pedir o apoio dos deputados e das comissões ao avaliar nossa proposta, que se trata da defesa do consumidor. A energia elétrica é um serviço essencialmente necessário para a população e as empresas responsáveis pelo fornecimento desse serviço não podem querer que o cidadão que já ganha um salário minguado seja obrigado a pagar uma taxa absurda de religação, após ter o serviço cortado”, apela.


Postado às 14h49 política Nenhum comentário Enviar por e-mail

O deputado Dison Lisboa é o líder do Partido Social Democrata (PSD) e Galeno Torquato, o vice.

O anúncio foi feito na sessão plenária desta quarta-feira (4) e protocolado na Mesa Diretora.

O vice líder afirmou que apesar da pequena bancada, irão realizar um bom trabalho na ALRN. “O nome de Dison é excelente para liderar nosso partido”, disse Galeno.


Postado às 13h54 política Nenhum comentário Enviar por e-mail

Beto Rosado com o presidente da Comissão de Minas e Energia Rodrigo de Freitas

O deputado Beto Rosado (PP) participou na manhã desta quarta-feira (4) das reuniões de instalação das comissões permanentes para as quais foi indicado pelo Partido Progressista.

Na Câmara Federal, Beto será membro titular da Comissão de Minas e Energia, e suplente da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural.

“São duas comissões importantes para o estado, pois vão tratar de assuntos diretamente ligados à nossa economia, como a agropecuária, a produção de energia eólica e solar, o sal, o petróleo e outros minérios”, ressaltou o deputado.

Beto Rosado é o único representante do estado na Comissão de Agricultura, uma das mais importantes da Câmara, pois trata da política agropecuária, base da economia do país.

Ele vai ocupar a cadeira do deputado Betinho Rosado, que sempre atuou na comissão defendendo os interesses do Rio Grande do Norte.


Postado às 13h33 Economia Nenhum comentário Enviar por e-mail

O dólar comercial subiu 2,46% e rompeu a casa de R$ 3 na manhã desta quarta (4) devido à crescente instabilidade política no país, que ameaça a aprovação no Congresso Nacional do corte de gastos do governo. É o maior valor desde 16 de agosto de 2004.

O dólar à vista, referência do mercado financeiro, também bateu R$ 3, mas logo depois recuou e operava em R$ 2,995 (3,15% de alta), também o maior valor desde 16 de agosto de 2004.

* Fonte: Folha


04 mar

Pior momento

Postado às 12h10 Opinião Nenhum comentário Enviar por e-mail

Por Miriam Leitão – O Globo

O impasse entre Congresso e Planalto sobre as medidas de ajuste fiscal chega no pior momento para a economia, cuja situação fica mais difícil e incerta.

A inflação está acima do teto da meta, a atividade econômica caminha para uma recessão, os juros estão subindo e o quadro fiscal é muito ruim, com um altíssimo déficit nominal de 6,7% do PIB. É nesse cenário que política e economia estão em conflito.

A equipe econômica está tomando medidas de corte de gastos e aumento de receitas na intenção de melhorar esses números. Algumas são melhores que outras, mas todas elas estão na direção certa. Para que as medidas tenham o efeito imaginado, contudo, é preciso que sejam aprovadas pelo Congresso, que nesse momento está conflagrado. Base e governo não se entendem sobre as medidas de ajuste deixando a situação da economia mais difícil, incerta.

Melhorar o quadro fiscal deve evitar que o Brasil perca o grau de investimento, como aconteceu com a Petrobras. Se o país perder o selo de bom pagador, as consequências serão piores, afetarão a todos. O grau garante acesso a um mercado que gira em torno de US$ 15 trilhões enquanto que os títulos sem o selo atraem apenas US$ 2 tri. É por isso que a equipe econômica se reúne nesta semana com duas das três maiores agências classificadoras.

A missão da equipe é mostrar que, com as medidas que ela tem tomado, a economia vai melhorar. Mas as agências não desprezam o cenário político e vão avaliar se a política vai permitir que o ajuste se torne realidade. As trajetórias da dívida e do déficit público dependem da aprovação dessas medidas.

No momento, o Brasil vive uma tensão enorme na economia e também na política.


Postado às 11h13 Opinião Nenhum comentário Enviar por e-mail

Em Brasília é dado como certo a presença do senador Renan Calheiros e do deputado Eduardo Cunha, ambos do PMDB, na lista dos políticos encrencados com a operação “Lava Jato.

Se confirmado, e deve ser confirmado, teremos um quadro aterrador.

Veja:

Eduardo Cunha, presidente da Câmara, e Renan Calheiros, presidente do Senado, são o terceiro e o quarto na linha sucessória presidencial.

Ou seja, num eventual impeachment da presidente Dilma (isso não vai ocorrer, felizmente), o substituto imediato seria o vice-presidente Michel Temer, que é do PMDB, seguido de Cunha e Calheiros.

Ou seja, o País não tem saída.

A lista dos políticos envolvidos com a “Lava Jato” foi entre ao Supremo Tribunal Federal (STF) pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, com pedido de abertura de inquérito para investir 54 pessoas, entre políticos com mandato e sem mandato e empresários.


Postado às 11h03 política [ 1 ] comentário Enviar por e-mail

A senadora Fátima Bezerra (PT) segue o conselho do ex-presidente Lula (PT), transferindo para a mídia a culpa pelas notícias negativas que afundam o governo Dilma (PT), como forma de tirar o foco das coisas ruins que acontecem no País.

Ao invés de criticar e se engajar na luta contra a roubalheira no governo do PT, a senador desce a lenha na mídia nacional, como fez na noite de ontem (3).

“A mídia oposicionista e os políticos que a representam, uma vez que são por ela orientados, estão mais interessados em seguir pura e simplesmente a lógica e o interesse do mercado do que em defender o interesse nacional, que é o interesse do povo brasileiro”, disse.

“A mídia se porta como o maior e verdadeiro partido de oposição do Brasil. Ela quer ser protagonista do país, quer pautar a política e decidir os rumos da nação. Mais do que isso: quer ser orientadora da política e o que há de pior nisso é o fato de que alguns políticos simplesmente conduzem o que ela quer”, bateu.

Depois, amenizou, mas sem perder a linha crítica.

“A imprensa livre é fundamental à democracia, a quem tem o dever de prestar o maior dos serviços que é bem informar, sem manipular a verdade. Da imprensa não esperamos que seja neutra, imparcial; basta que não imponha sua versão partidarizada com verdades pretensamente absolutas e pensamento único”, declarou.