Sábado, 18 de novembro de 2017

Postado às 22h30 | 10 Out 2017 | Redação Brasil absoluto

Crédito da foto: Globoesporte.com Gabriel Jesus voltou para casa em grande estilo, marcando dois gols

Globoesporte.com

A rodada era decisiva apenas para os outros. Mas o Brasil mostrou mais uma vez porque é a melhor seleção da América do Sul no momento. Na arena do Palmeiras, a equipe de Tite contou com a qualidade individual de seus jogadores no segundo tempo para vencer e tirar o Chile da Copa do Mundo.

Com o triunfo por 3 a 0, gols de Paulinho e Gabriel Jesus (2x), o treinador encerrou a competição invicto com dez vitórias e dois empates. Agora, é contar os dias até junho de 2018 e esperar o Mundial. A ansiedade é grande. Afinal, partiu Rússia!

A Seleção Brasileira terminou as eliminatórias com 41 pontos, bem a frente dos demais classificados no grupo da América do Sul. Mais do que isso, o Brasil mostrou para o mundo que chegará à Rússia como um dos grandes favoritos, ao lado da atual campeã Alemanha.

O JOGO

Não foi a melhor atuação da Seleção nas eliminatórias sob o comando de Tite. Longe disso, aliás. Mas a fase é tão boa que o Brasil precisou de poucos momentos de inspiração para vencer o Chile com facilidade.

O silêncio da torcida na Arena Palmeiras ditou o ritmo lento do primeiro tempo.

Se o Chile pouco ameaçava, a equipe de Tite pouco criava. A história só mudou na etapa final. E graças à qualidade individual dos brasileiros. Em dois minutos, Paulinho e Gabriel Jesus resolveram o jogo. O volante aproveitou o rebote de Bravo após cobrança de falta com efeito de Daniel Alves. E o camisa 9 recebeu de Neymar depois de lindo lançamento de Philippe Coutinho e ainda fez mais um no apagar das luzes, quando os chilenos se atiravam em desespero para o ataque.

O terceiro gol saiu no final do jogo. Chile foi para o tudo ou nada e se deu mal! Claudio Bravo corre para a área no escanteio, mas Brasil afasta o perigo, Willian fica com o rebote e chuta para frente. Gabriel Jesus parte antes do meio de campo, domina e quase entra com bola e tudo - com Bravo em seu encalço, mas sem conseguir alcançá-lo.

NEYMAR

O craque brasieiro correu risco na Arena Palmeiras. Antes de o Brasil abrir o placar, o camisa 10 parecia pilhado até demais. E os chilenos ainda provocavam. Ele foi advertido com o cartão amarelo e em certo momento do jogo chegou a ter mais faltas cometidas do que sofridas. Se fosse expulso, perderia a estreia da Copa do Mundo. Mas os gols acalmaram o craque, que acabou substituído por Willian no fim.

PRÓXIMOS COMPROMISSOS

Serão mais quatro jogos antes da convocação para a Copa do Mundo: dois em 2016, dois em 2017. Em novembro, a Seleção vai enfrentar o Japão, dia 10, em Lille, e a Inglaterra, dia 14, em Wembley. Em março, os rivais serão a Alemanha, em Berlim, e a Rússia, em Moscou. Este último adversário ainda não está confirmado.

O Brasil jogou com Ederson; Daniel Alves, Miranda, Marquinhos e Alex Sandro; Casemiro, Paulinho, Renato Augusto (Fernandinho) e Coutinho (Firmino); Gabriel Jesus e Neymar (William). Tec. Tite.

Tags:

Brasil 3 x 0 Chile
Gabriel Jesus
Eiminatórias da Copa 2018
Seleção Brasileira
Neymar

voltar

Gol de Placa

O Blog Gol de Placa é de responsabilidade da Editoria de Esportes do Jornal de Fato. Tem a missão de fazer a cobertura em tempo real do esporte local, estadual, nacional e internacional.

Tabela Série "A"

Carregando...
Brasileirão

 

Tabela Série "B"

Carregando...
Série B