Quarta-Feira, 17 de outubro de 2018

Postado às 15h45 | 07 Out 2018 | Redação Em duas horas de votação 310 urnas eletrônicas foram substituídas

Crédito da foto: Agência Brasil Segundo o tribunal, o número representa 0,06% do total de 454,4 mil urnas

Da Agência Brasil

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou por volta do meio-dia que 310 urnas eletrônicas precisaram ser substituídas nas primeiras duas horas de votação no país. Segundo o tribunal, o número representa 0,06% do total de 454,4 mil urnas utilizadas no pleito deste ano. Até o momento, não foram registrados locais com votação manual.

Os estados que tiveram o maior número de urnas com defeito foram São Paulo (49), Minas Gerais (46), Sergipe (35), Rio de Janeiro (34), Rio Grande do Sul (30), Paraná (17) e Pernambuco (13).

Os números constam no primeiro balanço sobre ocorrências nas duas primeiras horas de votação, que começou às 8h nos estados que seguem o fuso horário de Brasília.

A votação será encerrada às 17h, conforme horário local de cada região. São 147.302.357 brasileiros aptos a escolher o presidente da República, os governadores de 26 estados e do Distrito Federal, 54 senadores, 513 deputados federais, 1.035 deputados estaduais e 24 deputados distritais.

Após o balanço sobre urnas quebradas, o TSE atualizou as informações sobre ocorrências de prisões. Até as 10h30, três pessoas foram presas, dois eleitores em Mato Grosso do Sul e um candidato em São Paulo. Eles foram acusados por propaganda eleitoral, proibida pela Justiça Eleitoral no dia do pleito.

Tags:

urnas eletrônicas
substituição
Brasil
eleições
cabines
TSE

voltar