Quinta-Feira, 19 de julho de 2018

Postado às 09h45 | 13 Jan 2018 | Coluna - 13 de janeiro de 2018

RESPEITE A NOSSA UERN

Sem uma solução para a greve dos professores da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), agora reforçada pela paralisação dos técnicos administrativos, o Governo decidiu reagir atacando. Escalado para a missão, o secretário de Administração e Recursos Humanos, Cristiano Feitosa, não economizou na munição e disparou o petardo nesta sexta-feira, 12: a folha da Uern é uma “caixa preta.” A denúncia caiu como uma bomba, provocando revolta e reação de toda ordem.

O reitor Pedro Fernandes levantou voz de imediato. Em nota à sociedade, rebateu o ataque, com esclarecimentos baseados em conteúdo legal. “A folha de pessoal da universidade é encaminhada, todos os meses, à Secretaria de Estado do Planejamento e das Finanças (SEPLAN), para execução de pagamento. Desde 2014, no início da nossa gestão, todos os dados referentes à folha são encaminhados também, mensalmente, ao Tribunal de Contas do Estado (TCE), obedecendo à resolução, de 2012, do próprio tribunal”, escreveu.

E seguiu: “Internamente, a universidade possui também a Comissão de Controle Interno (CCI), vinculada diretamente à Controladoria Geral do Estado (CONTROL), com acesso mensal a todos os processos da instituição, inclusive à folha de pagamento. Cabe frisar que o modelo de detalhamento de todos os itens que compõem a remuneração dos servidores da universidade obedece ao previsto na lei complementar 473, de 27 de julho de 2012.”

E arrematou: “A autonomia didático-científica, administrativa e de gestão financeira e patrimonial da universidade não é uma mera alegação de defesa, como parece querer apontar o secretário em suas declarações, mas se trata de uma garantia constitucional, em nível federal e estadual, necessária ao funcionamento pleno das instituições de ensino superior.”

Pois bem...

A Uern sofre ataques sempre que o Estado mergulha em crise, como a do momento. O secretário Feitosa repetiu a ladainha de outros que não reconhecem a importância da Universidade. Mais recentemente, foi o desembargador Cláudio Santos, que sonha ser governador do RN, defender a venda da Uern como saída para a crise financeira, como se a instituição fosse a culpada dos desmantelos da gerência estadual.

É um absurdo que esse tipo de agressão insista contra o único patrimônio de ensino superior estadual. O governador Robinson Faria deveria, e deve, mandar auxiliares calar a boca e respeitar a Universidade de Mossoró e do Rio Grande do Norte.

 

FRASE

"Cabe agora a Fábio Dantas e Cristiane se comportar como filiados."

ANTENOR ROBERTO – Presidente do PC do B, sobre a posição do vice-governador e da deputada em relação ao veto do partido ao pacote fiscal RN Urgente.

 

SEGURANÇA

  As tropas continuarão nas ruas de Natal, porém, em número reduzido. A Operação Potiguar III, encerrada ontem, levou 1,8 mil homens de volta, deixando mil fardados no Rio Grande do Norte. Lembrando que as Forças Armadas estão fincadas no Estado desde a crise no sistema prisional, em janeiro de 2017. Com a volta das polícias às ruas, espera-se melhores dias. Amém.

 

MULHER

  O governador Robinson Faria (PSD) sancionou lei que obriga autor de violência contra a mulher usar tornozeleira eletrônica.  O equipamento servirá para fiscalização de medidas protetivas de afastamento, determinadas pela Justiça. O Rio Grande do Norte tem números negativos de violência à mulher. Em 2017, mais de cinco dezenas de mulheres foram assassinadas.

 

MAR DE TIBAU

  O almoço na casa de praia em Tibau da presidente da Câmara de Mossoró, Izabel Montenegro (MDB), promoveu o encontro do senador Garibaldi Filho (MDB) com a prefeita Rosalba Ciarlini (PP).  Os dois conversaram, com e sem testemunhas. E não foi sobre a beleza do mar.

 

SEGUE

  Antes de cumprimentar Rosalba, o senador Garibaldi disse ao titular da coluna que deseja o apoio da prefeita de Mossoró. Para ele, que tentará a reeleição, e para o provável candidato a governador, prefeito de  Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT).

 

'NÃO'

  O deputado Walter Alves (PMDB) não vê clima na Câmara Federal para aprovar a reforma da Previdência neste ano. Reafirmou que é contra a reforma nesse momento. O parlamentar entende que a proposta deve ser amplamente debatida, quem sabe, pelo futuro governo.

 

PRESTÍGIO

  Izabel Montenegro mostrou prestígio ao receber para almoço o senador Garibaldi Filho, deputado Walter  Alves, prefeitos, 12 vereadores de Mossoró e lideranças regionais, políticas e empresariais. Encontro bastante concorrido.

 

 É NOTÍCIA

1 - Começa hoje o Campeonato Estadual de Futebol de 2018, com o Baraúnas enfrentando o Globo na cidade de Ceará-Mirim, às 17h. Amanhã tem Potiguar x Assú no Nogueirão, às 17h.

2 - Hoje, completa 16 anos da morte de Chico Guilherme, o comunista que fundou o Sindicato dos Trabalhadores de Salinas, o "Sindicato do Garrancho" juntamente com Manoel Torquato. Guilherme foi vereador em Mossoró por dois mandatos.

3 - Hoje, tem Samba de Praia, em Tibau, com Jorge Aragão, Everaldo Rodrigues e André da Mata. Samba, cerveja e feijoada e a recepção de Nelsinho Filho. A partir das 14h30.

4 - O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) antecipou para quinta-feira, 18, os resultados do Enem 2017. Consulta individualmente na página do participante.

5 - A Assembleia de Deus comemora hoje os cinco anos da nova Rádio Libertadora de Mossoró, agora na faixa de FM 96.3. Programação de shows, cultos e outras atividades no templo-sede.

 

Tags:

Uern
ataque
Governo
Rio Grande do Norte
Robinson Faria
secretário
caixa preta

voltar

AUTOR

César Santos é jornalista desde 1982. Nasceu em Janduís (RN), em 1964. Trabalhou nas rádios AM Difusora e Libertadora (repórter esportivo e de economia), jornais O Mossoroense (editor de política no final dos anos 1980) e Gazeta do Oeste (editor-chefe e diretor de redação entre os anos 1991 e 2000) e Jornal de Fato (apartir dos anos 2000), além de comentarista da Rádio FM Santa Clara - 105,1 (de 2003 a 2011). É fundador e diretor presidente da Santos Editora de Jornais Ltda., do Jornal de Fato, Revista Contexto e do portal www.defato.com.

COTAÇÃO