Domingo, 17 de junho de 2018

Postado às 10h30 | 10 Mar 2018 | Potiguares não se interessam, ainda, pela disputa ao Senado Federal

Crédito da foto: Reprodução Garibaldi Alves Filho, José Agripino Maia e Zenaide Maia são a velha política na disputa pelo Senado

 

 

Os eleitores não estão nem aí para a disputa pelas duas vagas do Rio Grande do Norte no Senado Federal.

A pesquisa 98.9 FM/Instituto Consult revela que 82% dos entrevistados rejeitam todos os nomes e quase 33% não souberam responder.

É claro que quando a campanha começar, o interesse do eleitor vai mudar. No entanto, está bem claro que a falta de novos nomes afasta os potiguares do disputa.

Os três principais candidatos ao Senado são da velha política, com sobrenomes Alves e Maia. E são eles que lideram no universo dos eleitores que revelaram seus candidatos.

O senador Garibaldi Alves Filho (MDB) aparece em primeiro com 21,88% de intenção de votos;

A deputada federal Zenaide Maia (de saída do PR para o PHS) é a segunda colocada com 19,06%;

E o senador José Agripino Maia (DEM) aparece em terceiro com 13,71% da preferência.

As estatísticas, nesse caso, somam mais de 100% por se tratar de duas opções de escolha.

A pesquisa foi realizada entre 24 e 27 de fevereiro, com 1700 entrevistas em todo o Estado. A margem de erro é de 2,3% para mais ou para menos.

A preferência do eleitor pela sucessão estadual também foi pesquisada (VEJA AQUI).

Tags:

Pesquisa
Consult
Senado
José Agripino Maia
Garibaldi Alves Filho
Zenaide Maia

voltar

AUTOR

César Santos é jornalista desde 1982. Nasceu em Janduís (RN), em 1964. Trabalhou nas rádios AM Difusora e Libertadora (repórter esportivo e de economia), jornais O Mossoroense (editor de política no final dos anos 1980) e Gazeta do Oeste (editor-chefe e diretor de redação entre os anos 1991 e 2000) e Jornal de Fato (apartir dos anos 2000), além de comentarista da Rádio FM Santa Clara - 105,1 (de 2003 a 2011). É fundador e diretor presidente da Santos Editora de Jornais Ltda., do Jornal de Fato, Revista Contexto e do portal www.defato.com.

COTAÇÃO