Terça-Feira, 11 de dezembro de 2018

Postado às 11h15 | 12 Mar 2018 | Três empresas são habilitadas para limpeza pública de Mossoró

Crédito da foto: Cedida Leitura de ATA com propostas foi realizada na manhã de hoje (12) na Comissão Permanente de Licitação

A licitação para contratação de empresa para execução do serviço de limpeza urbana de Mossoró foi retomada na manhã de hoje (12) com a leitura da ATA com respostas aos questionamentos realizados pelos licitantes e julgamento dos documentos de habilitação. Esse processo licitatório foi iniciado em 21 de dezembro com o credenciamento das empresas e apresentação de documentos.

Após análise técnica e contábil dos documentos, com auxílio do corpo técnico da Secretaria Municipal de Infraestrutura, Meio Ambiente, Urbanismo e Serviços Urbanos (SEIMURB e da contabilidade da Prefeitura de Mossoró, três empresas foram habilitadas no certame: Construtora Marquise S/A, Saneamento Ambiental LTDA (Sanepav) e Vale Norte Construtora LTDA.

Outras três empresas credenciadas para o processo licitatório foram inabilitadas pela Comissão Permanente de Licitação por não atenderem a todas as exigências do edital: Esquadra Construções Eirele, Ecov Monitoramento Ambiental e Locação de Equipamentos LTDA e M Construções e Serviços LTDA.

Agora, a comissão abriu prazo de cinco dias úteis para apresentação de possíveis recursos e, posteriormente, mais cinco dias para contrarazões das demais empresas. Após este período, a Comissão decidirá sobre os possíveis recursos e publicará a reabertura da Sessão para abertura das propostas de preços.

O serviço de limpeza urbana de Mossoró está sendo licitado mais de uma década depois. A primeira e única vez em que esse procedimento foi adotado para contratação de empresa foi em 2005.

A licitação engloba diversos serviços, incluindo a operação do Aterro Sanitário, coleta manual e transporte de resíduos sólidos domiciliares, coleta manual e mecanizada de entulho, coleta de resíduos de podas e remoção de árvores, varrição manual e mecanizada de vias e logradouros públicos, capina mecanizada, limpeza de córregos, canais e sistema de drenagem, capina manual, raspagem manual e pintura de meio fio, limpeza e conservação de praças, além de todo o maquinário necessário para a execução desses serviços.

O edital prevê uma estrutura mínima inclui quase 300 pessoas e cerca de 100 máquinas. O contrato oferecido pela Prefeitura de Mossoró é de quatro anos, no valor de R$ 137 milhões.

Tags:

Lixo
licitação
limpeza pública
Prefeitura de Mossoró
concorrência
proposta

voltar

Capacite-se: Cursos Sebraeb

AUTOR

César Santos é jornalista desde 1982. Nasceu em Janduís (RN), em 1964. Trabalhou nas rádios AM Difusora e Libertadora (repórter esportivo e de economia), jornais O Mossoroense (editor de política no final dos anos 1980) e Gazeta do Oeste (editor-chefe e diretor de redação entre os anos 1991 e 2000) e Jornal de Fato (apartir dos anos 2000), além de comentarista da Rádio FM Santa Clara - 105,1 (de 2003 a 2011). É fundador e diretor presidente da Santos Editora de Jornais Ltda., do Jornal de Fato, Revista Contexto e do portal www.defato.com.

COTAÇÃO