Segunda-Feira, 20 de agosto de 2018

Postado às 09h15 | 12 Mai 2018 | Estudantes da Uern estão na fossa

Crédito da foto: Reprodução Alunos fizeram protesto isolando o local da fossa com cartazes

Por Ednaldo Moreno – defato.com

Estudantes dos cursos de Serviço Social e de Letras protesto na Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) em decorrência de uma fossa aberta e que tem prejudicado os alunos do campus central em Mossoró.

De acordo com o coordenador de Negros/as e Cotistas do Diretório Central dos Estudantes (DCE), Genderson Kaio, o problema se arrasta há pelo menos dois anos, sem que houvesse por parte da instituição a resolução.

“Já faz mais de dois anos que a gente vem enfrentando o problema com a fossa, tanto em questão do cheiro que estava incomodando. Teve dias que a gente teve de sair da sala de aula por causa das condições”, disse Kaio que acrescenta.

“A gente descobriu que o CA (Centro Acadêmico) de Letras já tinha protocolados vários pedidos, junto com a Faculdade de Letras e Artes e também a Faculdade de Serviço Social para resolver essa situação. Eles (gestão da universidade) não resolveram nada pelo lado burocrático. Teve casos de professores passando mal em sala de aula por causa do cheiro. Como é muito próximo afeta muito”, explicou.

Genderson Kaio disse que estiveram presentes também estudantes dos cursos de educação física, comunicação social, pedagogia, ciência da computação, representantes dos departamentos da FASSO e FALA, além de professores de outros departamentos.

Os alunos enfatizam que a Reitoria tem total conhecimento do problema e que já fizeram várias reivindicações e só recebem desculpas e o tempo passa e nada resolvem.

Em nota, a assessoria de comunicação da UERN diz que “estão sendo tomadas providências para resolver a questão em curto, médio e longo prazos”.

A instituição informa ainda que “na próxima semana será realizado o serviço de esgotamento da referida fossa” e paralelo a isso “está sendo feito levantamento para a construção de um sumidouro e tomadas as devidas providências para a execução do serviço de saneamento de todo o Campus Central”.

A Uern lembra que “o projeto de saneamento é uma proposta de resolução a médio e longo prazos, que já vem sendo trabalhada pela administração”.

Por fim, diz que “está agendada para a próxima semana uma reunião com a direção da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (CAERN) para tratar sobre a questão

Nota de Esclarecimento

Sobre o problema da fossa na Faculdade de Serviço Social (FASSO), a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), por meio de sua Assessoria de Obras, vem esclarecer que estão sendo tomadas providências para resolver a questão em curto, médio e longo prazos.

Na próxima semana será realizado o serviço de esgotamento da referida fossa. Paralelo a isso, está sendo feito levantamento para a construção de um sumidouro e tomadas as devidas providências para a execução do serviço de saneamento de todo o Campus Central.

O projeto de saneamento é uma proposta de resolução a médio e longo prazos, que já vem sendo trabalhada pela administração da UERN. Está agendada para a próxima semana uma reunião com a direção da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (CAERN) para tratar sobre a questão.

Tags:

Uern
fossa
estudantes
Mossoró
campus
protesto

voltar

AUTOR

César Santos é jornalista desde 1982. Nasceu em Janduís (RN), em 1964. Trabalhou nas rádios AM Difusora e Libertadora (repórter esportivo e de economia), jornais O Mossoroense (editor de política no final dos anos 1980) e Gazeta do Oeste (editor-chefe e diretor de redação entre os anos 1991 e 2000) e Jornal de Fato (apartir dos anos 2000), além de comentarista da Rádio FM Santa Clara - 105,1 (de 2003 a 2011). É fundador e diretor presidente da Santos Editora de Jornais Ltda., do Jornal de Fato, Revista Contexto e do portal www.defato.com.

COTAÇÃO