Terça-Feira, 23 de outubro de 2018

Postado às 10h00 | 13 Jun 2018 | Coluna César Santos - 13 de junho

Crédito da foto: Reprodução Azul Linhas Aéreas começa hoje a linha Mossoró-Recife

É HORA DE LUTA 393

Às 15h05, um avião turboélice – ATR 72-600 – aterrissará no aeroporto Dix-sept Rosado com a bandeira da Azul Linhas Aéreas. Estará inaugurado o voo Mossoró–Recife (PE) e a segunda maior cidade do Rio Grande do Norte voltará a operar linha comercial depois de sete anos.

O velho aeroporto passou por adequações exigidas pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e recebeu equipamentos como máquina de raios-X, sinalização da pista, instalação da sala de embarque e desembarque, entre outras estruturas.

Houve um esforço do Governo do Estado para viabilizar a chegada da Azul Linhas Aéreas. Os investimentos se aproximaram dos R$ 2 milhões, inclusive o contrato de quase R$ 1 milhão com uma empresa privada para administrar o aeroporto, a Consultaer, que foi afastada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-RN), sob suspeita de irregularidade em gastos, e vem sendo investigada pelo Ministério Público Estadual (MPRN).

Mas isso é outra história.

O importante é que Mossoró volta a operar linha comercial. O voo da Azul ligará a cidade à capital pernambucana e, a partir de Recife, levará os mossoroenses para dezenas de destinos do País e internacionais. É, sem dúvida, um avanço. Não é possível falar sobre desenvolvimento econômico e social sem contar com um equipamento de tal importância como o aeroporto.

Daí, necessário se faz um alerta: a linha comercial da Azul não pode fechar os olhos das autoridades para a luta pela construção de novo aeroporto. É preciso ser dito, e entendido, que o que Mossoró está recebendo hoje é apenas um paliativo, tendo em vista que o velho aeroporto tem suas – graves – limitações. Basta observar que a autorização concedida pela Anac limita o terminal aéreo a receber aviões de pequeno e médio portes, com capacidade para até 72 passageiros. Também limita horários de voos, impedindo operações noturnas.

As autoridades públicas, que hoje estarão no voo inaugural e, ao seu modo, tentando tirar algum proveito político-eleitoral, devem assumir a luta maior. Têm a obrigação de trabalhar pela construção do novo aeroporto. Existe um projeto pronto, estudos concluídos, e que adormece em uma das gavetas da pasta da aviação civil da Presidência da República. Também existe previsão orçamentária para o novo aeroporto de Mossoró, já amplamente divulgada neste espaço. O que falta é apenas a vontade política para encarar a grande luta.

Então, que todos entendam a necessidade de Mossoró, e que se juntem porque é hora de luta.

 

FRASE

"Cidade de mais de uma igreja não é lugar para cangaceiro."

LAMPIÃO – Em 13 de junho de 1927,  momentos antes de ter sido expulso de Mossoró.

 

RESISTÊNCIA

  13 de junho de 1927. Mossoró viveu um dos mais importantes capítulos de sua história, quando o intendente Rodolfo Fernandes e os heróis da resistência colocaram para correr o bando de Lampião. A derrota do temido cangaceiro no confronto com o povo de Mossoró tem relação direta com o perfil desenvolvimentista da cidade. São 91 anos de história de resistência.

 

RESISTÊNCIA II

  A FM Resistência completa hoje 30 anos no ar. Foi inaugurada em 13 de junho de 1988, pelo ex-deputado Vingt Rosado, tendo como sócios o empresário Diran Amaral e o ex-deputado Laíre Rosado. No primeiro momento operou na frequência 94.1, e hoje 93.7. A emissora campeã de audiência pertence ao Sistema Resistência de Comunicação, sob a direção de Maricélia Carlos.

 

JUNTOS

 A prefeita Rosalba Ciarlini (PP) e o governador Robinson Faria (PSD) viajam juntos no voo inaugural da Azul Linhas Aéreas. Decolam às 13h35 do Aeroporto Internacional de Recife - Guararapes e desembarcam às 15h05 no Aeroporto Dix-sept Rosado em Mossoró.

 

CALL CENTER

  Robinson Faria reservou na agenda visita ao Call Center A&C, na Av. Cunha da Mota, para abraços, aperto de mãos e fotos. Como o aeroporto de Mossoró está impedido para operação noturna, o governador pernoitará na cidade e só retornará a Natal na manhã seguinte.

 

INSEGURANÇA

 Os policiais militares estão denunciando que o governo não cumpriu o acordo extrajudicial para encerrar a greve de janeiro deste ano. A categoria reclama o pagamento do 13º salário, reposição de subsídio e reajuste do vale alimentação. Na segunda-feira, 18, os policiais acamparão na Governadoria.

 

MENTIR É PECADO

 O Vaticano desmente que o papa Francisco tenha enviado rosário ao ex-presidente e presidiário Lula. Portanto, foi invenção do PT nas redes sociais, onde circula pouca verdade.

 

 É NOTÍCIA

1 - Nesta data, em 1993, era fundada em Mossoró a Sociedade Brasileira de Estudos do Cangaço (SBEC). A instituição cultural, hoje, pouco reconhecida ou apoiada pelos poderes públicos.

2 - A Comissão de Educação do Senado aprovou o projeto de lei que isenta as  rádios comunitárias da cobrança de direitos autorais. A matéria segue para a Comissão de Constituição e Justiça. O projeto foi relatado pela senadora Fátima Bezerra (PT).

3 - Acontece hoje, às 17h30, na Estação das Artes Elizeu Ventania, o casamento comunitário que reunirá 93 casais. A Secretaria do Desenvolvimento Social oferecerá o buffet, decoração e música. 

4 - O padre Charles Lamartine celebrará a missa de encerramento da Festa de Santo Antônio na capela de São Vicente, hoje, às 19h30. Tema: “Cristãos leigos e leigas na Igreja em saída". 

5 - A medida provisória 841, que cria o Fundo Nacional de Segurança Pública, atinge de morte o orçamento da Cultura. O percentual de 3% neste ano poderá cair a partir de 2019 para 1% e 0,5%.

Tags:

Coluna
César Santos
aeroporto
Mossoró
resistência
Lula
eleições

voltar

AUTOR

César Santos é jornalista desde 1982. Nasceu em Janduís (RN), em 1964. Trabalhou nas rádios AM Difusora e Libertadora (repórter esportivo e de economia), jornais O Mossoroense (editor de política no final dos anos 1980) e Gazeta do Oeste (editor-chefe e diretor de redação entre os anos 1991 e 2000) e Jornal de Fato (apartir dos anos 2000), além de comentarista da Rádio FM Santa Clara - 105,1 (de 2003 a 2011). É fundador e diretor presidente da Santos Editora de Jornais Ltda., do Jornal de Fato, Revista Contexto e do portal www.defato.com.

COTAÇÃO