Quarta-Feira, 17 de outubro de 2018

Postado às 09h15 | 11 Out 2018 | Tião e Jorge negam que tenham - até aqui - fechado com Fátima

Crédito da foto: Cedida Jorge e Tião apoiaram o governador Robinson Faria no primeiro turno

Os empresários Tião da Prest e Jorge do Rosário, líderes do PR de Mossoró, ainda não definiram sobre o segundo turno das eleições do RN.

A informação de que o grupo teria fechado com a candidata Fátima Bezerra (PT) é inverídica. Pelo menos, até aqui, segundo nota publicada por Tião e Jorge.

Os empresários informam que estão disputando internamente e só depois daí é que eles vão anunciar os candidatos a governador e a presidente.

No primeiro turno das eleições, Tião e Jorge foram candidatos a vice-governador e a deputado estadual, respectivamente. Sem sucesso. Um fracasso, para ser mais preciso (VEJA AQUI).

Vice de Robinson Faria, a chapa de Tião não passou para o segundo turno. Em Mossoró obteve menos de 9 mil votos. Já Jorge foi o 29º colocado no estado e o terceiro em Mossoró.

Leia a nota:

“O grupo político RN Melhor, vem a público esclarecer que não fechou alianças com nenhum candidato ao governo do estado e nem a presidência da república.

O grupo encontra-se em fase de conversas e fechamentos internos para poder definir a sua posição neste segundo turno das eleições.

Portanto, toda e qualquer informação que está sendo veiculada com o nome do empresário Tião Couto como possível apoiador da candidata ao governo do estado Fátima Bezerra, até este momento, não é verídica.

O grupo no momento certo irá informar quais os seus possíveis apoios para o segundo turno das eleições a nível estadual e nacional.”

Tags:

Tião da Prest
Jorge do Rosário
PR
Fátima Bezerra
PT
eleições 2018
segundo turno

voltar

AUTOR

César Santos é jornalista desde 1982. Nasceu em Janduís (RN), em 1964. Trabalhou nas rádios AM Difusora e Libertadora (repórter esportivo e de economia), jornais O Mossoroense (editor de política no final dos anos 1980) e Gazeta do Oeste (editor-chefe e diretor de redação entre os anos 1991 e 2000) e Jornal de Fato (apartir dos anos 2000), além de comentarista da Rádio FM Santa Clara - 105,1 (de 2003 a 2011). É fundador e diretor presidente da Santos Editora de Jornais Ltda., do Jornal de Fato, Revista Contexto e do portal www.defato.com.

COTAÇÃO