Quinta-Feira, 21 de fevereiro de 2019

Postado às 11h30 | 08 Fev 2019 | Coluna César Santos - 8 de fevereiro

Crédito da foto: Ilustração O vulto assombra o PT

MORTO QUE SE IMAGINA VIVO

A nova condenação do ex-presidente Lula, agora a 12 anos e 11 meses de prisão, no caso do sítio de Atibaia, é, talvez, a última pá de cal no moribundo grito petista “Lula livre”. E, quem sabe, o PT não se livra de vez da cruz que Lula o obrigou a carregar.

A fábula de que Lula e o PT comandam uma ofensiva política não se sustenta faz tempo. Desceu ao mundo da ilusão quando seus ataques ao Judiciário brasileiro resultaram numa lista de derrotas nos tribunais; e o apelo popular não foi capaz de fazer ecoar o grito nas ruas. No máximo, no máximo, um bocejo ali outro acolá, dada a falta de solidariedade ao movimento.

A turma da esquerda, que não faz parte da lista de visitas ao puxadinho prisional de Curitiba, se deu conta de que continuar abraçado à causa é o mesmo que pendurar uma barra de ferro no pescoço e pular da ponte. Optou por buscar outras alternativas para não ir junto ao processo de afogamento político.

Basta observar que o grito que sai da carceragem da Polícia Federal não encontra ambiente para a sua propagação. No ano passado, antes de Lula se entregar para cumprir a condenação de 12 anos e um mês, no caso do triplex de Guarujá, a presidente nacional do partido, Gleisi Hoffmann, dizia: “Para prender Lula, vai ter que prender muita gente. Mais do que isso, vai ter de matar muita gente.” Dez meses depois, com nova sentença, Lula passa a acumular uma pena de 25 anos de cana. E não morreu ninguém, exceto o partido que Gleisi preside.

Gleisi e seus companheiros ainda não perceberam, é bem verdade, mas aquele partido fundado pelo líder operário há 39 anos, completados neste sábado, 9, está morto. Foi no seu velório que o capitão verde oliva Jair Bolsonaro montou palanque para se eleger presidente da República e transformar o inexpressivo PSL na segunda maior bancada do Congresso Nacional.

A ideia que passa é que o PT vive a fábula do morto que se imagina vivo, como bem diz o sagaz jornalista Josias de Souza e, por incapacidade de sair do túmulo para gerar nova vida na política brasileira, vai se assombrando quando se depara com a realidade em forma de vulto.

A sentença na República de Curitiba tem o peso de uma pá de cal. E não será a última. Lula ainda é réu em outras cinco ações penais.

O quadro negro sugere que o PT precisa encontrar novo rumo, se possível, começar do zero. Continuar gritando "Lula livre" não vai resolver.

 

FRASE

"Posso estar errado, mas não acredito que o Supremo vai mudar de entendimento."

SÉRGIO MORO – Ministro da Justiça e Segurança Pública, sobre o entendimento do STF da prisão em 2ª instância.

 

HOSPITAL

 O Hospital Materno-Infantil de Mossoró deve ficar pronto em abril de 2020. Mais de 30% da estrutura física já foi concluída em área do campus da Uern. O chamado Hospital da Mulher é um projeto elaborado na gestão da ex-governadora Rosalba Ciarlini (PP), com a obra iniciada no governo Robinson Faria (PSD) e que será concluída na gestão da governadora Fátima Bezerra (PT).

 

HOSPITAL II

 O Hospital da Mulher terá investimento de R$ 54 milhões (parte física) e R$ 60 milhões em equipamentos, recursos do Banco Mundial, viabilizados pelo projeto "RN Sustentável". A expectativa é de atender cerca de 20 mil pessoas/ano de Mossoró e mais 61 municípios da região Oeste e do Vale do Açu. O hospital também funcionará no campo de estágio do curso de Medicina da Uern.

 

AÇÃO...

 Sandro Pimentel (Psol) estreou no plenário da Assembleia Legislativa do RN apresentando 40 projetos de lei de uma vez só. Dois afetam a Casa: votações abertas e publicação da frequência dos parlamentares.

 

...E REAÇÃO

 A "produção industrial" de Pimentel provocou a reação de um veterano no Palácio José Augusto: "Ele chegou querendo causar."

 

AÇÃO 880

 O Ministério Público Federal será ouvido na Ação Penal 880, que tem como réu o ex-governador Robinson Faria (PSD). Decisão do ministro Raul Araújo, do Superior Tribunal de Justiça, que fez o processo andar. Essa ação tem origem na operação Anteros, que saiu da costela da Dama de Espadas.

 

MESADA

 A Dama de Espadas acusou Robinson de receber mesada de R$ 100 mil/mês entre 2006 e 2010. Ele jura que é inocente.

 

EDUCAÇÃO

 A Prefeitura de Mossoró voltará a pagar o 14º salário da educação, a partir da folha de fevereiro. Palavra da prefeita Rosalba Ciarlini (PP).

 

 É NOTÍCIA

1 - A prefeita Rosalba Ciarlini (PP) anunciou a liberação de R$ 400 mil para o corte de terra no campo. O programa Semear 2019 vai beneficiar cerca de 5 mil famílias de agricultores.

2 - O padre Sátiro Cavalcanti Dantas visitou a prefeita Rosalba Ciarlini (PP) para entregar convite de inauguração do Centro de Evangelização Madre Irmã Maria Cecília, que será dia 9 de fevereiro, às 17h, no bairro Dom Jaime Câmara. A prefeita confirmou presença.

3 - Tardelly de Nascimento Paiva assume a chefia de gabinete do deputado estadual Bernardo Amorim (Avante), na Assembleia Legislativa. Nome qualificado para a função.

4 - O Carnaval de Natal terá Carlinhos Brow, Titãs, Ricardo Chaves, Paralamas do Sucesso, Roberta Sá, Margareth Meneses, Antônio Nóbrega, Monoboclo, entre outras atrações. Multicultural.

5 - O número de corpos resgatados em Brumadinho chega a 150. Outros 182 estão desaparecidos. O número de mortos baterá a casa dos 300. Uma tragédia humana nunca antes vista no país.

Tags:

Coluna
César Santos
JORNAL DE FATO
Lava Jato
Lula
PT

voltar

AUTOR

César Santos é jornalista desde 1982. Nasceu em Janduís (RN), em 1964. Trabalhou nas rádios AM Difusora e Libertadora (repórter esportivo e de economia), jornais O Mossoroense (editor de política no final dos anos 1980) e Gazeta do Oeste (editor-chefe e diretor de redação entre os anos 1991 e 2000) e Jornal de Fato (apartir dos anos 2000), além de comentarista da Rádio FM Santa Clara - 105,1 (de 2003 a 2011). É fundador e diretor presidente da Santos Editora de Jornais Ltda., do Jornal de Fato, Revista Contexto e do portal www.defato.com.

COTAÇÃO