Sexta-Feira, 26 de abril de 2019

Postado às 15h15 | 20 Mar 2019 | Vereadores propõe título de "persona non grata" para sindicalista

Crédito da foto: Reprodução Sindicalista Marleide Cunha é presidente do Sindiserpum

A bancada de situação na Câmara Municipal de Mossoró apresentou requerimento intitulando a presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (SINDISERPUM), Marleide Cunha Matias, de “Persona Non Grata”.

O requerimento foi subscrito pelos vereadores que foram chamados de “traidores” em outodoors espalhados na cidade pelo sindicato.

Antes do título de persona non grata, a bancada se posicionou contra a aprovação de honraria em favor da sindicalista, proposta pelo vereador Gilberto Diógenes (PT), companheiro de Marleide no Sindiserpum.

Os vereadores entendem que seria uma afronta ao Legislativo depois da tentativa do Sindiserpum de desmoralizar a Câmara Municipal através de peças publicitárias.

A Câmara também aprovou requerimento para a diretoria do Sindiserpum apresentar a prestação de contas do dinheiro público que a entidade recebe através da contribuição sindical.

O JORNAL DE FATO DESTA QUINTA-FEIRA (21) PUBLICA REPORTAGEM SOBRE A CRISE ENTRE A CÂMARA E O SINDISERPUM

Tags:

Marleide Cunha
Sindiserpum
Câmara Municipal
crise
Mossoró

voltar

AUTOR

César Santos é jornalista desde 1982. Nasceu em Janduís (RN), em 1964. Trabalhou nas rádios AM Difusora e Libertadora (repórter esportivo e de economia), jornais O Mossoroense (editor de política no final dos anos 1980) e Gazeta do Oeste (editor-chefe e diretor de redação entre os anos 1991 e 2000) e Jornal de Fato (apartir dos anos 2000), além de comentarista da Rádio FM Santa Clara - 105,1 (de 2003 a 2011). É fundador e diretor presidente da Santos Editora de Jornais Ltda., do Jornal de Fato, Revista Contexto e do portal www.defato.com.

COTAÇÃO