Quarta-Feira, 24 de abril de 2019

Postado às 06h30 | 14 Abr 2019 | Coluna César Santos - 14 de abril

Crédito da foto: Arquivo Rosalba Ciarlini, então governadora, com representante do Banco Mundial, lançando o RN Sustentável

RN SUSTENTÁVEL

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte e o Banco Mundial renovaram um contrato de R$ 600 milhões para ações em áreas como Educação, Saúde, Segurança, Turismo e Agricultura. Iniciado em outubro de 2013, com previsão para encerrar em maio deste ano, o programa, coordenado pela Secretaria de Estado de Gestão de Projetos, será estendido até 2021.

A governadora Fátima Bezerra (PT) comemorou, aliviada, o entendimento com a missão de fiscalização do Banco Mundial, concluído na sexta-feira, 12: “Temos muitas ações sendo realizadas e poderíamos nos deparar com um cemitério de obras caso o convênio fosse encerrado e não recebêssemos esses recursos.”

É para comemorar mesmo. Imagine um Estado quebrado, como é o caso do RN, perder R$ 600 milhões de investimentos em áreas vitais? Agora, o governo tem 22 meses para realizar os investimentos em projetos distribuídos por todas as regiões do Estado.

É importante lembrar, até como forma de reconhecimento, que o contrato do Rio Grande do Norte com o Banco Mundial trata-se do projeto “RN Sustentável”, criado e lançado pela gestão da ex-governadora Rosalba Ciarlini (foto), hoje cumprindo o quarto mandato de prefeita de Mossoró.

O RN Sustentável é um projeto multisetorial integrado que tem como meta contribuir com as mudanças no cenário socioeconômico do Rio Grande do Norte, através da implementação de um conjunto de ações articuladas, destinadas a reverter o baixo dinamismo do Estado. Um dos focos é a redução das desigualdades regionais. Outra meta é apoiar ações de modernização da gestão pública para prestação de serviços de forma mais eficaz e eficiente, visando à melhoria da qualidade de vida da população.

As ações do RN Sustentável, previstas desde a sua criação, são focadas em pontos importantes:

1 - Aumentar a segurança alimentar, o acesso à infraestrutura produtiva e o acesso a mercados para a agricultura familiar;

2 -  Melhorar o acesso e a qualidade dos serviços da educação, da saúde e da segurança;

3 - Melhorar os sistemas de controle de despesas públicas, dos recursos humanos e da gestão de ativos físicos, no contexto de uma abordagem de gestão baseada em resultados.

O RN Sustentável foi, sem dúvida, o maior legado deixado pelo governo Rosalba. Um contrato de 540 milhões de dólares, para ser executado em cinco anos, e que viabilizou investimentos importantes como, por exemplo, a construção do Hospital Materno Infantil de Mossoró, obra a=em andamento.

Foi o maior contrato celebrado pelo BID com o Governo potiguar na história do RN, e isso só foi possível porque naquele momento, em 2013, o Estado estava com as suas contas equilibradas e com poder de endividamento recuperado. 

A ação da gestão Rosalba Ciarlini pouco foi reconhecida, até porque os investimentos em obras só apareceram no governo seguinte, do ex-governador Robinson Faria (PSD), que tirou o nome de RN Sustentável para batizar de “Governo Cidadão”. O importante, porém, é que o projeto iniciado em 2013 continua beneficiando o RN e os frutos sendo colhidos, agora, pelo governo de Fátima Bezerra.

 

NO OESTE

A governadora Fátima Bezerra (PT) cumpre agenda no município de Apodi nesta segunda-feira, 15. Entregará kits da Compra Direta e escrituras públicas referentes ao Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF). A governadora terá a companhia do diretor-geral da Emater,  César Oliveira.

 

EM MOSSORÓ

Depois de Apodi, a governadora Fátima vem para Mossoró, para se reunir com empresários e vereadores da cidade e dos municípios de Grossos e Tibau. A reunião acontecerá na Camara Municipal, as 16h. Em seguida, Fátima retornará para Natal. Na pauta, ações do governo para o desenvolvimento econômico regional.

 

REPROVADO

O Congresso Nacional sofreu mudança profunda em seus quadros, mas a imagem continua desgastada. Pesquisa da Datafolha revela que 32% dos brasileiros acham que a atuação dos parlamentares é ruim ou péssima, 22% aprovam e 41% consideram regular. Deputados e senadores, da nova legislatura, ainda não deram uma resposta positiva.

 

É PRA ONTEM

A Assembleia Legislativa do RN acelerou a tramitação do projeto de lei que reajusta o salários do Magistério potiguar em 4,17% e divide o pagamento do retroativo em até sete parcelas. Nesta terça-feira, 16, o projeto será analisado em convocação extraordinária da Comissão de Finanças e Fiscalização.

 

SANEAMENTO

As obras de saneamento básico avançam na zona norte de Mossoró, alcançando a Estrada da Raiz, entre Avenida Rio Branco e a Rua Nicácia Costa. Estão sendo implantadas a rede coletora, caixas de calçada e pavimentação. O trecho compreende a bacia 1 que contempla os bairros Santo Antônio, Barrocas, Pousada do Thermas, Abolições, Três Vintens e Alto Bela Vista.

 

EM QUEDA

Os sindicatos do Rio Grande do Norte perderam 67 mil associados nos últimos dois anos, segundo levantamento feito pela Fundação Perseu Abramo, com base em números do IBGE. A queda atinge principalmente entidades de trabalhadores privados, e pode ser justificada na geração mais nova de operários. Os sindicatos de servidores públicos conseguem manter seus quadros ou sofrer pequena baixa.

 

É NOTÍCIA

1 - Domingo de Ramos abre hoje a programação da Semana Santa. Em Mossoró, a Diocese programou missa em todas as paróquias. No Santuário de Santa Clara tem a Procissão de Ramos, às 17h.

2 - Hoje tem o "Viva Rio Branco" no Corredor Cultural de Mossoró. A programação será aberta às 16h. Entre as atividades, "Católica em Ação" no Memorial da Resistência, atenderá crianças e famílias na orientação psicológica, a cargo da Faculdade Católica do RN.

3 - Nesta data, em 2005, Baraúnas e Vasco se enfrentavam no Estádio Manoel Leonardo Nogueira, em Mossoró, pela segunda fase da Copa do Brasil. O jogo terminou empatado em 2 a 2.  

4 - Nesta data, em 1996, o então governador Garibaldi Filho inaugurava em Mossoró a sede da Faculdade de Enfermagem da Uern, acompanhado da reitora Maria das Neves Gurgel. O deputado federal Laíre Rosado, que lutou pela obra, também estava presente.

5 - Castelo Branco, um dos líderes do golpe militar, toma posse na Presidência do Brasil, eleito pelo Congresso, por força do AI-1. Nesta data, em 1964. Registro para refrescar a memória do presidente Bolsonaro.

Tags:

RN Sustentável
Rio Grande do Norte
Banco Mundial
Rosalba Ciarlini
Fátima Bezerra

voltar

AUTOR

César Santos é jornalista desde 1982. Nasceu em Janduís (RN), em 1964. Trabalhou nas rádios AM Difusora e Libertadora (repórter esportivo e de economia), jornais O Mossoroense (editor de política no final dos anos 1980) e Gazeta do Oeste (editor-chefe e diretor de redação entre os anos 1991 e 2000) e Jornal de Fato (apartir dos anos 2000), além de comentarista da Rádio FM Santa Clara - 105,1 (de 2003 a 2011). É fundador e diretor presidente da Santos Editora de Jornais Ltda., do Jornal de Fato, Revista Contexto e do portal www.defato.com.

COTAÇÃO