Associação Cultural ÁustriaBrasil no período de 17 a 20 de novembro. O discente irá representar as artes visuais do Rio Grande do Norte por meio da exibição dos documentários “Mulheres da Lama”, também de sua direção, e “Carne Santa”, que foram selecionados pela equipe de curadoria do evento.

">


Domingo, 19 de novembro de 2017

Postado às 15h00 | 20 Out 2017 | Da Redação História de rezador de Porto do Mangue é tema de documentário de aluno da Ufersa

Crédito da foto: UFERSA Documentário conta a história do senhor Damião Lima, idoso, gay, preto, rezador, salineiro,

Em um evento marcado pela emoção, o cineasta e aluno do 6° período da Licenciatura em Educação do Campo (Ledoc), Francisco Bezerra Dantas Filho, lançou oficialmente nesta quinta-feira, 19, o seu mais novo documentário intitulado “Carne de Santa”, no Auditório da Proec, no Lado Leste do Campus Sede.

O filme conta a história do senhor Damião Lima, idoso, gay, preto, rezador, salineiro, que dedicou a sua vida a generosidade da pequena comunidade de Porto do Mangue, RN, cidade situada à beira do manguezal. Damião traz na sua narrativa sua infância e juventude, ficou órfão ainda adolescente, mora sozinho à beira do mangue, vive de ajudar as pessoas e de rezar nos recém-nascidos da comunidade.

Um ser que carrega em suas carnes o modelo de ser humano digno e as marcas de calos nas mãos de quem se eternizou, mesmo no olhar daqueles que o invisibilizam. O evento foi prestigiado pelo protagonista da obra, Damião, que expressou sua satisfação ao ver sua vida sendo retratada na telona.

“Foi mais do que super bom!”, afirmou. Emocionado, ele falou sobre os acontecimentos dramáticos de sua história. “No passado, eu não sofri, eu aprendi!”. A mesa de abertura do lançamento foi composta pelo diretor do filme, Francisco Bezerra; pelo Chefe de Gabinete, Felipe Ribeiro; pela Pró-Reitora Adjunta de Graduação, professora Luciana Nunes; pela Diretora do Centro de Ciências Sociais Aplicadas e Humanas (CCSAH), professora Ludimilla Carvalho Serafim de Oliveira, e pela psicóloga da Ufersa, Glaudênia Alves.

O diretor Francisco agradeceu todos os presentes pelo apoio na realização do curta e ressaltou que a Ufersa sempre apostou e apoiou os seus projetos e que o filme foi gerido na Universidade, durante o curso de Licenciatura. O projeto do documentário “Carne de Santa” foi selecionado no 9º Chamado Público de Curtas 2017 do Canal Futura. Entre 550 trabalhos do Brasil inscritos, apenas 30 foram selecionados, entre eles o projeto do estudante da Licenciatura da Ufersa.

Com o contrato assinado, a Fundação Roberto Marinho forneceu os recursos para a produção do documentário que também fará parte da grade da programação aberta da TV Futura. Francisco também passou por um treinamento na Central Globo de Produções no Rio de Janeiro onde recebeu todas as orientações e consultorias para a execução do documentário.

Esta é a segunda vez que um projeto de audiovisual dirigido pelo estudante é selecionado pelo Canal Futura. Em 2015, a história de Dona Terezinha de Jesus, marisqueira de Porto do Mangue, ganhou as telas de documentário do Brasil inteiro com o filme “Mulheres da Lama”.

Além do lançamento do novo filme, o estudante e cineasta tem outros motivos para comemorar: ele foi recentemente convidado para participar do 5° Festival de Cultura Brasileira, promovido pela Associação Cultural ÁustriaBrasil no período de 17 a 20 de novembro. O discente irá representar as artes visuais do Rio Grande do Norte por meio da exibição dos documentários “Mulheres da Lama”, também de sua direção, e “Carne Santa”, que foram selecionados pela equipe de curadoria do evento.

Tags:

Documentário
Ufersa
Rezador

voltar