Domingo, 22 de julho de 2018

Postado às 10h45 | 23 Mar 2018 | Redação Nova Amsterdã estreia na primeira edição do Cine Fest RN em Natal

Crédito da foto: Divulgação Cineasta potiguar Edson Soares com a atriz Joana Fomm em filmagem de Nova Amsterdã

O filme de abertura da primeira edição do Cine Fest RN não é apenas um longa-metragem com elenco da poderosa Rede Globo e figuras cults como Paulo César Peréio. Foi também filmado em Natal, com toda a produção e equipe técnica local e conta um pedaço da história da cidade, durante a invasão holandesa, quando Natal passou a se chamar Nova Amsterdã, título do mais novo trabalho do cineasta Edson Soares.

A sinopse de Nova Amsterdã conta, basicamente, o romance entre um jovem casal durante o período da invasão holandesa no Rio Grande do Norte, no ano de 1633. E embora seja um romance ficcional, a história está calcada em fatos históricos do período colonial potiguar. “Ficção e história se misturam. Foi preciso muita imaginação e pesquisa para recontar os fatos”, conta o cineasta.

A pré-estreia do filme está agendada para o próximo 24 de abril, na abertura do Cine Fest RN, no Cinemark do shopping Midway Mall, para imprensa, convidados, elenco e patrocinadores. Na segunda quinzena de maio entrará no circuito para o público pagante, nas salas do Cinépolis do Natal Shopping e do Partage Zona Norte, e também no Moviecom (Praia Shopping). Em junho chega ao Partage Shopping, em Mossoró.

O longa entra em circuito nacional também em junho, com exibição no Manaíra Shopping, em João Pessoa (PB); sessão especial na Sala do Reserva Cultural, em São Paulo, na Estação Net Botafogo, no Rio de Janeiro, e na Caixa Belas Artes, também no Rio. No mês seguinte, em julho, tem exibição no Cinema da Fundação Joaquim Nabuco, em Recife (PE), e em outras duas salas, a critério do distribuidor.

 

FILMAGENS

As filmagens do longa foi toda concentrada em um galpão alugado no bairro do Alecrim. Lá foram montados cenários fictícios da Fortaleza dos Reis Magos e do engenho Ferreiro Torto (Macaíba), palcos fundamentais da história retratada.

“Infelizmente foi impossível filmar na própria Fortaleza ou no engenho. Barulho, transporte do elenco e, principalmente, falta de infraestrutura adequada nos dois locais, forçaram as gravações no estúdio e ao uso do croma-key. Na Fortaleza ou no engenho, a energia disponível não resistiria a um refletor”, lamenta Edson.

Além de Peréio, que fará o papel do dono do Ferreiro Torto, o elenco conta com Roney Villela (Tropa de Elite), que fez o capitão-mor do Forte; Anselmo Vasconcelos será Jacob Rabbi, o alemão sanguinário; Leonardo Miggiorin é o protagonista masculino; Cristina Prochaska será a mãe da protagonista, vivida por uma atriz local, Thalita Kumme; Joanna Fomm será a tia da protagonista; e Marcélia Cartaxo será a mulher de Peréio.

A equipe técnica é formada por Roberto Morais (fotografia), Alessandro Souza (câmara), Edesiane Maria (coordenadora de produção), Luís Molinar (direção de arte), Beto Maciel (supervisão de efeitos). Todos profissionais locais.

TUDO SOBRE CULTURAL, DIVERSÃO E GASTRONOMIA NO BLOG COMIDA, DIVERSÃO E ARTE

Tags:

Filme
Cine Fest RN
Edson Soares
Joana Fomm
Paulo César Peréo
Nova Amsterdã
longa
Natal

voltar