Domingo, 16 de dezembro de 2018

Postado às 11h30 | 05 Dez 2018 | Redação Dirigente do Assú está indignado com o meia Ciel que trocou clube pela Paraíba

Crédito da foto: Cedida Meia Ciel deixou o Assú e foi para o futebol paraibano

Por Marcos Santos/JORNAL DE FATO

O diretor de futebol do Assu, Batista Guedes, ficou indignado com a desistência do meia Ciel de defender o time no Campeonato Potiguar. O dirigente chegou até anunciar a contratação do jogador, mas ouviu do próprio atleta a renuncia.

“Enquanto eu estiver aqui, ele não joga no Assu. Não foi correto”, criticou Batista.

“Se ele explicasse a situação, conversasse, aí era outra coisa. Simplesmente, disse que o empresário dele o colocou em outro canto (clube). E o acerto com nós, não se respeita, não diz nada? Desejo sucesso para ele, mas aqui no Assu ele não joga e nem vai fazer falta.”

No momento em que anunciou o acerto com Ciel no dia 14 de novembro, o dirigente do Assu enalteceu as qualidades do atleta, vibrando com a contratação.

“Ele (Ciel) fez uma ‘raivinha’ contra a gente, mas agora está conosco. Estou satisfeito e espero que ele seja feliz no novo clube. Com certeza, vai nos ajudar”.

Três semanas depois, o iminente bom relacionamento entre o cartola e o jogador, acabou caindo por terra.

O destino de Ciel, 23 anos, será o futebol paraibano para defender o Nacional de Patos, onde o jogador já esteve na temporada de 2016. O atleta foi revelado pelo Potiguar e tem outros dois clubes no curriculo: Desportiva Guarabira e o Mossoró Esporte Clube, onde jogou por último.

ASSINA A EDIÇÃO IMPRESSA DO JORNAL DE FATO (84 - 3323-8900)

Tags:

Ciel
meia
Assú
futebol
Estadual 2019

voltar