Segunda-Feira, 17 de dezembro de 2018

Postado às 09h30 | 09 Jan 2018 | Redação Servidores da saúde realizam “Operação Apagão” em unidades hospitalares

Crédito da foto: Divulgação Os servidores da saúde realizam nesta manhã de terça a 'Operação Apagão'

Servidores estaduais da saúde realizam na manhã desta terça-feira, 9, em Natal, uma mobilização chamada de “Operação Apagão”, em algumas unidades ligadas a saúde. Segundo o movimento, a ação consiste na paralisação no atendimento nas unidades hospitalares até que o Governo do Estado anuncie o calendário de pagamento dos salários atrasados.

O Sindicato dos Trabalhadores da Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Sindisaúde) divulgou em sua conta no Facebook um vídeo de servidores em frente ao Hospital Walfredo Gurgel convencendo os demais trabalhadores e pacientes a não entrar. As imagens mostram que eles estão de braços cruzados fazendo um enorme cordão (veja aqui).

De acordo com o G1, servidores do Laboratório Central de Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Lacem), na Unidade Central de Agentes Terapêuticos (Unicat) e do Hospital Ruy Pereira também não assumiram os postos nesta manhã.

Além desses, os socorristas do Samu Metropolitano também aderiram ao “Apagão”. O número de ambulâncias foi reduzido. Em um dia normal, 14 saem às ruas da Grande Natal. Durante o protesto a estimativa é de apenas 4.

O coordenador geral do Sindsaúde, Manoel Egídio, disse ao G1 que nos demais hospitais continua o percentual de 70% trabalhando, de acordo com a lei de greve.

Segundo informações, a medida teve início logo nas primeiras horas da manhã, quando terminará o plantão da noite dos servidores e pode durar até 24 horas.

Na última segunda-feira, 8, o governo completou o pagamento da folha de novembro, depositando os salários dos servidores que ganham mais de R$ 4 mil. Ainda não há previsão de quando vai quitar folha de dezembro e décimo terceiro.

Tags:

Rio Grande do Norte
Operação Apagão
servidores da saúde
atraso de salários

voltar