Terça-Feira, 18 de junho de 2019

Postado às 10h15 | 17 Mar 2018 | Redação Secretária de Educação pede que professores não entrem em greve

Crédito da foto: Arquivo No microblog, Santa Rosa publicou ofício descrevendo os esforços do governo

Em sua conta pessoal no twitter, a secretária Estadual de Educação do Rio Grande do Norte, Cláudia Santa Rosa, pediu aos professores que repensem a decisão de entrar em greve por tempo indeterminado na próxima quinta-feira, 22.

No microblog, Santa Rosa publicou ofício descrevendo os esforços que o Governo do RN fez durante a gestão de Robinson Faria (PSD) pela categoria.

“Encareço que leiam o documento abaixo que encaminhamos hoje ao Sindicato e à Assembleia dos professores e tirem as suas conclusões sobre a pertinência de um movimento desse no momento atual de crise financeira no RN e no Brasil”, escreveu a secretaria.

De acordo com o Sinte, o cumprimento do Piso nacional do magistério é a principal pauta de reivindicação. Em contato com a reportagem, o presidente da regional do Sinte em Mossoró, Rômulo Arnaud, disse que a greve está decretada e a medida será ratificada nas assembleias da próxima semana. Ele revelou que a categoria não aceitou a proposta do Executivo potiguar.

“A greve está decretada. Nós não aceitamos a proposta do Governo. O executivo não cumpriu a Lei Nacional do Piso da Educação que previa um reajuste de 6,81% elevando a R$ 2.455. O governo apresentou uma proposta que só começaria a pagar em julho e parcelado em cinco vezes de 1,36% e sem retroativo. Ele deveria ter começado a pagar em janeiro, quer agora iniciar em julho e sem retroativo. Isso é um desrespeito com a classe”, disse.

Segundo o sindicato, haverá outras duas assembleias em Natal e Mossoró sobre a paralisação. Na quinta será em Natal, às 14 horas. Na sexta-feira, dia 23, às 8h, será a vez da Regional Mossoró realizar a sua assembleia na Estação das Artes Eliseu Ventania.

Leia ofício abaixo:

 

Tags:

Cláudia Santa Rosa
SEEC
professores
greve
paralisação

voltar