Sexta-Feira, 20 de abril de 2018

Postado às 07h45 | 29 Mar 2018 | Redação Rebelião em prisão da Venezuela deixa dezena de mortos e feridos

Crédito da foto: Carlos Garcia Rawlins/Reuters Parente de detendo de prisão de Valência, na Venezuela, reage do lado de fora da prisão

O procurador-geral da Venezuela, Tarek Saab, confirmou a morte de 68 pessoas após uma rebelião ocorrida nesta quarta-feira (28) em uma prisão na cidade de Valencia, no norte da Venezuela. Segundo ele, são 66 homens mortos e duas mulheres que visitavam detentos.

"O Ministério Público informa à opinião pública que perante os fatos terríveis acontecidos no Comando da Polícia do Estado Carabobo, onde 68 pessoas morreram por um suposto incêndio, nomeamos quatro promotores para esclarecer esses eventos dramático", escreveu Saab no Twitter.

O incidente ocorreu durante uma tentativa de fuga na prisão da polícia no estado de Carabobo. Os detentos atearam fogo a colchões e tomaram a arma de um agente, informou a ONG Janela à Liberdade, que defende os direitos humanos.

"Alguns morreram queimados e outros, intoxicados", disse Carlos Nieto, diretor da ONG.

Após o incidente, dezenas de parentes estiveram durante à tarde em frente ao comando policial aguardando algum tipo de informação. A situação ficou tensa no local e resultou em lançamento de gás lacrimogêneo pelos cerca de 20 policiais que faziam a segurança da delegacia.

Mais tarde, o governo de Carabobo divulgou nota oficial, manifestando solidariedade aos familiares e garantindo que dará todo o apoio "com os serviços fúnebres e sepultamento dos detentos mortos".

Com informações de agências de notícias

Tags:

rebelião
Venezuela
dezena de mortos
feridos
prisão

voltar