Quinta-Feira, 19 de outubro de 2017

Postado às 11h15 | 09 Out 2017 | Redação Plenário da nova sede da Câmara será quase o dobro do atual, diz arquiteto

Crédito da foto: Misael Alcântara A apresentação do projeto ocorreu na manhã desta segunda-feira (9)

Edinaldo Moreno/Da redação

O projeto arquitetônico da nova sede da Câmara Municipal de Mossoró foi apresentado na manhã desta segunda-feira, 9, no Palácio da Resistência. Estiveram presentes a prefeita do município, Rosalba Ciarlini, a presidente da CMM, Izabel Montenegro, e vereadores da atual legislatura.

De acordo com o arquiteto responsável pelo projeto, Carlos Mendes, o plenário na nova sede do legislativo mossoroense será aproximadamente o dobro do atual, localizado em um prédio no Centro da cidade.

“O plenário da nova sede será aproximadamente o dobro do atual. São cerca de 400 metros quadrados. Ele (o plenário) terá 24 lugares para os vereadores. Hoje são 21 vereadores, mas já estamos trabalhando com a possiblidade de num futuro esse número de vereadores aumentar”, disse Mendes que informa ainda que a entrada principal do imóvel será pela Rua Jornalista Jorge Freire, em frente a sede da Polícia Federal, e o estacionamento pela rua Amaro Duarte.

O arquiteto apresentou uma maquete, que ainda não está pronta, e poderá sofrer mudanças aos presentes. O prédio contará com térreo e primeiro andar. “Teremos um espaço para 200 pessoas na galeria e mais 200 para convidados”, emendou.

Em sua fala, a presidente da CMM, Izabel Montenegro, agradeceu ao Município pelo apoio e a cessão do terreno para a construção da tão sonhada sede própria do órgão. “É uma realização de um sonho. Isso é um sentimento de todos os vereadores a construção dessa nova sede da Câmara Municipal. O legislativo paga por ano mais de um milhão de reais pelo aluguel. Precisamos encontrar uma forma rápida e econômica para viabilizar esse sonho”, destacou Izabel.

A prefeita Rosalba Ciarlini disse que dois passos já foram dados. O primeiro foi a doação do terreno e o segundo a apresentação do projeto. Ela ainda destacou que a CMM deva ser a única na região que ainda não tenha sede própria.

“Já conseguimos dar dois passos para a realização desse sonho que é a construção da sede própria da Câmara Municipal que foi a doação do terreno para a construção da sede e a apresentação do projeto. Precisamos encontrar uma forma de realizar esse sonho para esse trabalho grandioso. Talvez Mossoró seja a única cidade da região que ainda não dispõe de uma sede própria para o Legislativo”.

Obra da nova sede custará R$ 10 milhões, diz secretária

A construção da nova sede da Câmara Municipal de Mossoró está orçada em R$ 10 milhões. A revelação foi feita pela secretária municipal de Infraestrutura, Meio Ambiente, Urbanismo e Serviços Urbanos, Kátia Pinto, na cerimônia de apresentação do projeto arquitetônico.

Segundo ela, o projeto compreende uma área de construção de cerca de 7 mil metros quadrados e contará com 23 gabinetes, com antessala e banheiro, com estrutura de vagas cobertas no estacionamento. Contará também com um auditório para 158 pessoas, salas de comissões, setor administrativo, de comunicação, de apoio a presidência, lanchonete, bateria de banheiros e espaço para gerador

Tags:

Câmara Municipal
Palácio da Resistência
Carlos Mendes
Rosalba Ciarlini
Izabel Montenegro

voltar