Domingo, 19 de novembro de 2017

Postado às 09h45 | 09 Nov 2017 | Redação Obras do Hospital Regional da Mulher serão iniciadas até o final do ano

Crédito da foto: Marcos Garcia/JORNAL DE FATO Secretário George Antunes concedeu entrevista coletivo na tarde desta quinta-feira em Mossoró

Em coletiva à imprensa durante visita administrativa em Mossoró nesta quinta-feira (9), o secretário de Saúde do RN, George Antunes, anunciou em primeira mão que o contrato com a empresa vencedora da licitação para a construção do Hospital Regional da Mulher, em Mossoró, está prestes a ser assinado.

O secretário informou que o resultado já foi homologado e a contar da data da assinatura, as obras são iniciadas após 30 dias. O custo do hospital é da ordem de R$ 104 milhões, sendo R$ 54 milhões para a obra e R$ 50 milhões para a compra de equipamentos.

O hospital atenderá três regiões sanitárias de saúde (Mossoró, Assu e Pau dos Ferros), sendo os recursos financiados pelo Banco Mundial e será habilitado no serviço de gestão de alto risco.

George Antunes foi a Mossoró tratar do Termo de Cooperação Técnica e Financeira entre Entes Públicos (TCEP), firmado entre a Sesap e a Secretaria Municipal de Saúde de Mossoró (SMS). Na manhã desta quinta-feira, o gestor participou de uma reunião sobre essa questão.

O TCEP significa um incremento nos valores da tabela SUS, através da transferência de recursos da Sesap para a Secretaria Municipal de Saúde de Mossoró. A Sesap vai arcar com 60% do valor da complementação, cerca de R$ 12 milhões, e o município de Mossoró com o correspondente a 40%, cerca de R$ 7 milhões.

Na prática, já está ocorrendo com a contratação de unidades privadas sob gestão municipal, para realização de cirurgias eletivas nas áreas de ortopedia, cirurgia geral, oncologia de alta e média complexidade, ginecologia e cardiologia de alta e média complexidade.

O TCEP também prevê a realização de cirurgias neurológicas, estas sob gestão estadual, por meio de contratação do Hospital Wilson Rosado, e a complementação do valor das diárias de UTI contratadas em unidades filantrópicas e privadas.

O secretário afirma que “A cooperação entre os entes públicos significa um avanço na implementação do serviço de ortopedia em Mossoró, o que já está beneficiando diretamente os pacientes das três regiões, impactando na diminuição das filas de espera por cirurgias desta especialidade em Natal”.

Os pacientes atendidos no Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM), em Mossoró, após submetidos às cirurgias de urgência, já seguem o tratamento no próprio município.

Tags:

Hospital da Mulher
George Antunes
saúde
entrevista
obras
licitação

voltar