Domingo, 24 de junho de 2018

Postado às 12h00 | 09 Jan 2018 | Redação Maternidade Almeida Castro realizou mais de 6 mil partos em 2017

Crédito da foto: Divulgação/Assessoria Davi foi o primeiro bebê nascido na Maternidade Almeida Castro em 2017

O Hospital Maternidade Almeida Castro fechou o ano com 6.283 partos realizados em 2017, informou a assessoria de comunicação da unidade em suas redes sociais. Destes, 3.235 é de mulheres oriundas de cidades da região Oeste do Rio Grande do Norte e de municípios do Ceará e da Paraíba, o que representa 52%. 3.060 são de Mossoró.

Ainda de acordo com a maternidade, foram realizados 934 partos de bebês prematuros e 693 de bebês com baixo peso, que precisaram ou precisam ainda de UTI neo, Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal Convencional (UCINCo), Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal Canguru (UCINCa).

A Maternidade Almeida Castro referência em todo o Oeste do RN para partos de alto risco, média e baixa complexidade. Só em 2017 foram realizados 934 partos de bebês prematuros e 693 de bebês com baixo peso, que precisaram ou precisam ainda de UTI neo, UCINCo, UCINCa. Ela está dotada com estrutura completa de 50 leitos neonatais, sendo 17 de UTI neonatal, 13 de Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal Convencional (UCINCo) e 18 de Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal Canguru (UCINCa).

A interventora Larizza Queiroz adianta que a rede de atendimento neonatal na maternidade é composto ainda de Centro Obstétrico, UTI adulto (nove leitos), posto de doação de leite materno, hospedagens para as mães de outras cidades (Casa da Mãe Curuja), Posto de Vacina, Alojamento Conjunto, Sala de Testes, Cantinho de Banho e outros.

Em novembro de 2017, foi concluído a reforma completa do Centro Obstétrico da Maternidade Almeida Castro, com 22 salas, todas com equipamentos novos, uma ampla estrutura preparada com profissionais de saúde experientes, para fazer uma média de 625 partos/mês.

A maternidade está em processo de restauração e ampliação de seus serviços, desde outubro de 2014, sob os cuidados da Justiça Federal, do Trabalho e Estadual, assim como os respectivos promotores e procuradores junto a estas instituições.

Tags:

Maternidade Almeida Castro
6 mil partos
Mossoró
Ceará
Paraíba
Rio Grande do Norte

voltar