Terça-Feira, 20 de novembro de 2018

Postado às 10h15 | 06 Set 2018 | Redação Divergência: preço da gasolina nas bombas é maior que média apontada pela ANP

Crédito da foto: Marcos Garcia O maior preço da gasolina averiguado pela reportagem foi de R$ 4,78

Amina Costa/Da Redação

Nesta semana, a Agência Nacional do Petróleo (ANP) divulgou um novo levantamento em relação ao preço médio dos combustíveis em postos de todo o país. No Rio Grande do Norte, mais uma vez Mossoró apresentou a maior média de preço da gasolina, quando foram comparados os valores de outros três municípios (Natal, Parnamirim e Caicó).

A média do preço do litro da gasolina na capital do Oeste é de R$ 4,60, segundo a ANP. Esse levantamento foi realizado entre os dias 26 de agosto e 1° de setembro. No entanto, a realidade vivida pelos mossoroenses na hora de abastecer os veículos é bem diferente da que é observada pela Agência. Mesmo tendo a gasolina mais cara do estado, os postos de combustíveis de Mossoró estão funcionando com preços bem acima da média apontada pela ANP.

A reportagem do JORNAL DE FATO visitou quatro postos de combustíveis em locais diferentes de Mossoró e averiguou uma diferença significativa no preço do produto. Dos locais visitados, apenas um posto estava com o preço da gasolina dentro da média divulgada pela ANP (R$ 4,60 o litro). Os demais postos de combustíveis estão vendendo o litro da gasolina por mais de R$ 4,70.

A variação do preço da gasolina em Mossoró chegou a ser de R$ 0,18 apenas em relação aos quatro postos visitados, isso porque em um posto visitado o preço da gasolina é R$ 4,78 o litro, enquanto que outro posto vende o produto a R$ 4,60. Os dados divulgados pela ANP mostram que existem postos de combustíveis em Mossoró vendendo gasolina a R$ 4,51 por litro.

Ainda conforme o levantamento da Agência, o maior preço verificado em Mossoró durante o período analisado foi de R$ 4,63. Essa discrepância de valores entre o que foi registrado pela ANP e o que realmente é verificado nos postos de combustíveis de Mossoró está deixando os mossoroenses preocupados.

“Essa diferença nos deixa preocupados, porque o valor que está sendo divulgado não é a realidade que estamos vivendo. São aumentos consecutivos que interferem diretamente no nosso orçamento. Além de pagarmos um combustível muito caro, também estamos vendo aumento nos produtos e serviços, uma vez que tudo gira em torno do preço dos combustíveis”, disse o comerciante Wagner Morais.

O comerciante disse ainda que não consegue mais encher o tanque do seu veiculo há muito tempo e comentou sobre a diferença de R$ 0,10 que existe no preço da gasolina comum e aditivada. “Em vários postos, existe uma diferença de R$ 0,10 entre a gasolina comum e aditivada. Ou seja, não podemos mais colocar gasolina aditivada no veículo porque, quando colocamos na ponta do lápis, a diferença é gritante”, relatou.

 

Diesel teve aumento considerável nos últimos dias

No final de agosto, a Petrobras anunciou um reajuste de 13% no preço do diesel nas refinarias do país. Em Mossoró, de acordo com os dados da Agência Nacional do Petróleo (ANP), o preço médio de combustível é de R$ 3,35. Este seria o menor valor registrado entre as demais cidades analisadas – Natal, Parnamirim e Caicó.

Mas, a realidade mossoroense averiguada pela reportagem é bem diferente da registrada pela ANP. Nos quatro postos de combustíveis visitados pela reportagem, o diesel teve variação de R$ 3,58 a R$ 3,85 por litro do combustível. Esse valor está bem acima da média apontada pela ANP para a cidade, bem como para os demais municípios averiguados, já que a maior média de preço identificada foi de R$ 4,44.

Ainda conforme o levantamento da ANP, dos 17 postos averiguados, o menor preço encontrado foi de R$ 3,33 por litro, enquanto que o maior valor foi de R$ 3,39. O levantamento ocorreu entre os dias 26 de agosto e 1° de setembro, ou seja, antes do reajuste divulgado pela Petrobras.

Tags:

preço
gasolina
ANP
média

voltar