Segunda-Feira, 21 de janeiro de 2019

Postado às 16h15 | 09 Jan 2019 | Redação Triagem de pacientes para a Operação Sorriso acontece na segunda, 14

Crédito da foto: Divulgação Operação tem transformado a vida de crianças em todo o mundo

Maricelio Almeida/DeFato.com

Acontece na próxima segunda-feira, 14, a partir das 8h, no Centro Clínico Professor Vingt-un Rosado, a triagem dos pacientes que irão participar da Operação Sorriso, edição 2019, em Mossoró. A expectativa é que mais de 200 pessoas passem pelo Centro Clínico, também conhecido como PAM do Bom Jardim.

A Operação Sorriso realiza missões cirúrgicas para operar gratuitamente crianças e adultos carentes com deformidades faciais – especialmente lábio leporino e fenda palatina. Esta é a quarta vez que a missão estará presente em Mossoró. As cirurgias serão realizadas no Hospital Wilson Rosado, de 16 a 19 deste mês.

De acordo com Jayonara Yure, supervisora administrativa do hospital, mais de 100 pessoas já se inscreverem para participar da triagem. “Está tudo bem encaminhado. A previsão inicial é de que sejam realizadas 50 cirurgias, mas sempre ultrapassa. No ano passado, tivemos 480 pessoas na triagem e 63 cirurgias realizadas”, explica.

Jayonara acrescenta que a Operação conta com um número significativo de voluntários, tanto de outros países quanto locais. “Foram 513 inscrições de voluntários e 200 selecionados, porque não há como comportar todos os inscritos no Wilson Rosado e no PAM do Bom Jardim. Esses voluntários irão atuar em equipes multiprofissionais. São técnicos de enfermagem, enfermeiros, estudantes de odontologia, estudantes de medicina, entre outros”, destaca a supervisora.

Aquelas pessoas que desejam participar da triagem, ou conhecem alguém que possua deformidades faciais como lábio leporino e fenda palatina, podem realizar uma pré-inscrição, por telefone, através do 3318-9071. “O público-alvo da Operação é crianças a partir dos seis meses de idade, mas adultos e até idosos podem se inscrever”, acrescenta Jayonara Yure.

Para a gerente de enfermagem do Hospital Wilson Rosado, Ticiane Freire, a Operação Sorriso tem transformado vidas em Mossoró e ao redor do mundo. “É uma operação grandiosa. O Hospital Wilson Rosado abre suas portas, está também de coração aberto para receber essas crianças. As cirurgias contemplam pessoas que vivem muitas vezes à mercê da sociedade, ficam escondidas, devido à cultura do preconceito”, pontua.

A gerente reforça que as mudanças para quem se submete ao procedimento cirúrgico não são apenas físicas. “São mudanças psicológicas, de autoestima, é um retorno dessas pessoas à vida social. Temos exemplos de crianças de 11 anos que nunca haviam ido à escola e devolvemos o sorriso a essa criança. É uma porta que se abre, é poder passar um batom, sorrir, coisas simples, mas que fazem a diferença para os pacientes”, conta.

Ticiane Freire destaca ainda que o Hospital Wilson Rosado se mobiliza como um todo para receber a Operação Sorriso. “Começando da recepção e indo até os demais setores. Primamos pela humanização dos pacientes e familiares. O quarto andar fica totalmente exclusivo para equipe de enfermagem. A equipe de nutrição se prepara de forma carinhosa. O centro cirúrgico fecha um bloco para receber essas crianças. Já está todo mundo engajado”, diz.

A supervisora administrativa do Hospital Wilson Rosado, Jayonara Yure, alerta para os documentos que devem ser levados no dia da triagem. “São necessários documentos da criança e do adulto responsável, como identidade, CPF, Cartão do SUS, exame de sangue recente da criança, se tiver. Se não tiver, não há tem problema, pois o PAM oferece essa assistência”, elenca.

Por fim, Jayonara Yure acrescenta que pacientes de municípios circunvizinhos também podem participar da Operação. “Inclusive o Albergue de Mossoró é um dos parceiros da Operação e disponibiliza vagas para essas pessoas que virão de outras cidades. Importante reforçar que para cada paciente, só é permitido um acompanhante”, conclui.

SOBRE A OPERAÇÃO SORRISO

A Operação Sorriso é a maior organização médica voluntária do mundo, com sede em 60 países e mais de 5 mil voluntários cadastrados. A iniciativa vem resgatando a autoestima de pessoas do Rio Grande do Norte e de outros estados que procuram os cuidados da entidade nas épocas de atendimento na cidade.

Em todo o mundo, a Operação já transformou a vida de mais de 270 mil pessoas carentes, realizando missões cirúrgicas para operar gratuitamente crianças e adultos carentes com deformidades faciais – especialmente lábio leporino e fenda palatina.

Tags:

Mossoró
Operação Sorriso
Triagem

voltar