Domingo, 26 de maio de 2019

Postado às 10h45 | 24 Abr 2019 | Redação Município perdeu quase 1,7 mil empregos de carteira assinada no 1º trimestre

Crédito da foto: Agência Brasil/Arquivo A perda de empregos com carteira assinada no 1º trimestre do ano atingiu 1.698 vagas

Mossoró fechou 672 vagas de empregos formais em março deste ano. O número divulgado na manhã desta quarta-feira, 24, pelo Ministério da Economia faz parte do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

O município registrou 1.343 contratações e 2.015 demissões no terceiro mês do ano. A perda de empregos com carteira assinada no 1º trimestre do ano atingiu 1.698 vagas. Em janeiro a redução foi de 376 vagas (1.713 admissões e 2.089 desligamentos). Em fevereiro a perda foi também de 672 empregos formais (1.551 contratações contra 2.223 demissões).

O setor da Agropecuária foi o que mais contribuiu para a queda. Nos três primeiros meses do ano, segundo o Caged, houve apenas 47 contratações e 2.029 desligamentos. O saldo ficou negativo em 1.982 vagas. Construção Civil e Comércio também registraram redução. O primeiro teve queda de 363 vagas a menos no período e o segundo 159 vagas a menos.

Em contrapartida, o setor de Serviços registrou alta no número de empregos formais entre janeiro e março. Houve 2.423 admissões e 1.676 demissões. Saldo ficou positivo em 747 vagas.

O Rio Grande do Norte fechou 2.033 vagas de empregos com carteira assinada em março deste ano. No acumulado do primeiro trimestre de 2019, foram fechados 5.468 postos de trabalho formal no estado.

Esse saldo negativo representa a diferença entre as contratações (10.236) e as de demissões (12.269) do mês. No acumulado de janeiro a março, foram 34.742 contratações contra 40.210 demissões.

A economia brasileira fechou 43.196 empregos com carteira assinada em março. O saldo é a diferença entre as contratações (1.216.177) e as de demissões (1.304.373) no período.

Esse foi o primeiro resultado negativo em três meses. A última vez que o Brasil havia registrado demissões foi em dezembro do ano passado, com o fechamento de 341.621 postos com carteira assinada.

Setores em Mossoró nos três primeiros meses:

Agropecuária

Admissões: 47

Demissões: 2.029

Saldo: - 1.982

Serviços

Admissões: 2.423

Demissões: 1.676

Saldo: 747

Comércio

Admissões: 999

Demissões: 1.158

Saldo: - 159

Construção Civil

Admissões: 563

Demissões: 926

Saldo: - 363

Indústria de Transformação

Admissões: 490

Demissões: 411

Saldo: 79

Extrativa Mineral

Admissões: 75

Demissões: 118

Saldo: -43

Tags:

Mossoró
município
Caged
Ministério da Economia
carteira assinada

voltar