Quarta-Feira, 24 de abril de 2019

Postado às 15h15 | 10 Abr 2019 | Redação Walter afirma que se Henrique assumir o MDB do RN, ele e Garibaldi deixarão o partido

Walter se manifestou ao responder a pergunta sobre a possível volta de Henrique Alves à presidência do MDB do Rio Grande do Norte, feita pelo prefeito Claudio Marques de Macedo, “Boba”, da cidade de Coronel Ezequiel. O parlamentar não aceita o primo

Crédito da foto: Arquivo Deputado federal Walter Alves

BLOG DO CÉSAR SANTOS

A primazia da notícia é do jornalista Marcos Dantas, de Caicó: o deputado federal Walter Alves afirma que deixará o MDB se o ex-deputado Henrique Alves, seu primo, voltar ao comandar do partido no Rio Grande do Norte.

Walter se manifestou ao responder a pergunta sobre a possível volta de Henrique, feita pelo prefeito Claudio Marques de Macedo, o “Boba”, da cidade de Coronel Ezequiel:

“A informação não procede, prefeito. Inclusive, comunicação à direção do MDB nacional, que, caso o senhor Henrique Alves, com quem não tenho relação pessoal e política há anos, venha assumir a legenda, Garibaldi (ex-senador Garibaldi Filho, pai de Walter) e eu deixaremos o partido”, escreveu.

Henrique Alves comandou o MDB potiguar por longos anos e deixou a presidência da sigla quando foi preso em junho de 2017 na operação Manus, desdobramento da Lava Jato. O ex-parlamentar passou 11 meses presos na Academia de Polícia Militar do RN, em Natal.

Henrique já tem uma condenação em primeiro grau e responde a outros processos. Mais recentemente, o ex-deputado emitiu sinais de que pretende voltar à vida pública, inclusive, através de artigo publicado no jornal Tribunal do Norte, de Natal, falou que é inocente e que a “justiça será feita”.

VEJA REPORTAGEM COMPLETA NA EDIÇÃO IMPRESSA DO JORNAL DE FATO DESTA QUINTA-FEIRA (11)

Tags:

Política
MDB
Walter Alves
Garibaldi Filho

voltar