Sábado, 18 de novembro de 2017

Postado às 11h45 | 17 Jul 2017 | Redação Conselheiro tutelar, desapacido há 21 dias, foi morto pelo namorado em Alexandria

Crédito da foto: Cedida Conselheiro tutelar Raphael Gonçalves estava desaparecido há três semanas. Seu corpo foi encontrado

A polícia civil de Alexandria encontrou o corpo do conselheiro tutelar Raphael Gonçalves, que estava desaparecido há três semanas. O corpo estava enterrado numa cova de 18 centímetros, no sítio Ilia, zona rural do município no Alto Oeste potiguar.

Segundo a polícia, o autor do crime é um rapaz identificado como Gustavo, de 21 anos, namorado da vítima, que confessou o crime. As investigações foram conduzida pelos delegados Célio Fonseca e Aroldo Sales.

Segundo os delegados, o crime teve motivação passional. Ao ser preso, o acusado disse que havia arrumado uma namorada para o desgosto de Raphael Gonçalves. Eles discutiram e Raphael deu o ultimato: ou ele ou a namorada. Na discussão, Gustavo teria matado Raphael e enterrado o corpo.

Ao ser preso,Gustavo tentou construir a tese da legítima defesa dizendo que a vítima o agrediu. Os delegados que conduzem o caso preferiram não emitirem opinião e o acusado vai permanecer preso aguardando decisão judicial.

Para desvendar o crime, os delegados Célio Fonseca e Aroldo Sales conseguiram imagens de câmeras de segurança que gravaram o acusado e a vítima saindo juntos. Daí, iniciaram a construção do quebra-cabeça, colhendo informações, testemunhas, até chegar ao autor do crime. Gustavo, sem saída, confessou quando foi preso e levou os policiais ao local onde havia enterrado o corpo da vítima

Tags:

voltar