Domingo, 26 de maio de 2019

Postado às 10h45 | 24 Jan 2019 | Redação Fátima Bezerra recua, devolve licença-prêmio e evita ato de protesto dos servidores

Governadora torna sem efeito o decreto que suspendia o gozo e o pagamento em dinheiro da licença-prêmio. O Fórum de Servidores Estaduais havia agenda protesto na Governadoria para o dia 5 de fevereiro. Governo também assegurou a folha de janeiro

Crédito da foto: Demis Roussos Representantes do Fórum de Servidores foram recebidos no Gabinete Civil

BLOG DO CÉSAR SANTOS

A governadora Fátima Bezerra (PT) decidiu recuar e anunciou que vai revogar o decreto que suspendia o gozo e pagamento em dinheiro de licença-prêmio. Prevaleceu a pressão do Fórum dos Servidores Estaduais que havia, inclusive, marcada ato de protesto na Governadoria para o dia 5 de fevereiro.

A decisão do governo foi confirmada pelo Comitê Estadual de Negociação, nesta quarta-feira (23). A reunião realizada no Gabinete Civil, sem a presença de Fátima, com representantes de 10 entidades sindicais, serviu também para o governo reafirmar que vai quitar os salários de janeiro no dia 31.

O secretário-chefe do Gabinete Civil, Raimundo Alves, se comprometeu a buscar uma alternativa para que não haja descontinuidade nos serviços de alguns setores público sem a necessidade de contratação de terceirizados, o que oneraria os cofres do Estado.

Além desse ponto, os servidores queriam a garantia de que o governo não vai parcelar os salários atrasados e de que cumprirá com o acordo de finalizar o pagamento do salário de janeiro no próximo dia 31.

“Nós não temos essa intenção de fazer o pagamento em parcelas. Desde o início das conversas nós deixamos claro que todo recurso extra será para quitar esse passivo”, afirmou Raimundo Alves. “Nossa intenção também é pagar os salários sempre dentro do mês trabalhado”.

O Fórum de Servidores ainda entregou um documento contendo 11 pontos. Veja:

1. Exigir do governo a apresentação de um calendário de pagamento dos salários atrasados sem parcelamento;

2. Pressionar por uma resposta e agilidade quanto ao empréstimo do governo junto ao Banco do Brasil;

3. Exigir que o governo faça inversão dos cargos comissionados em que 70% sejam servidores de carreira e 30% comissionados externos;

4. Lutar pela revogação imediata do Decreto de Suspensão das Licenças Prêmios;

5. Reivindicar a compensação das sobras do judiciário e do legislativo;

6. Reivindicar que o governo adote o regime de caixa para pagamento do imposto de renda;

7. Exigir do governo uma folha suplementar para os 500 servidores que ainda não receberam o salário de janeiro;

8. Posicionamento contrário a qualquer negociação do governo com categoria isolada do Fórum dos Servidores;

9. Indicativo de Ato Protesto no dia 05/02/2019 caso o governo não apresente calendário para pagamento dos salários atrasados.

10. Lutar pelo pagamento em dia dos salários;

11. Cobrança da dívida ativa do Estado por meio de força tarefa com todos os poderes e aumento da arrecadação.

ACOMPANHE OS BASTIDORES DA POLÍTICA NO BLOG DO CÉSAR SANTOS

Tags:

Fátima Bezerra
governadora
Rio Grande do Norte
servidores
licença-prêmio

voltar