Sexta-Feira, 20 de abril de 2018

Postado às 08h15 | 14 Abr 2018 | Redação Professores mantém greve e solicita esclarecimentos sobre proposta do Piso

Crédito da foto: Divulgação A decisão foi tomada durante assembleia realizada nesta sexta-feira, 13, em Natal

Os trabalhadores em educação decidiram manter a greve da rede estadual e solicitar esclarecimentos sobre a proposta do Governo para pagar o Piso Salarial. A decisão foi tomada durante assembleia realizada nesta sexta-feira, 13, em Natal. As informações são da assessoria de comunicação do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Rio Grande do Norte (Sinte/RN).

A proposta do governo consiste em pagar a correção de 6,81% do Piso agora em abril para os ativos. Os aposentados, conforme sugerido pelo Executivo, receberão em 6 parcelas, de abril a setembro. Quanto ao retroativo acumulado de janeiro a março deste ano, tanto os ativos quando os aposentados receberão em 6 parcelas, de outubro a março de 2019, de acordo com o proposto ao governo pelo Desembargador Glauber Rêgo, em audiência de conciliação na última quarta-feira (11).

O governo ainda não confirmou se deseja pagar o retroativo conforme proposto pelo Desembargador. A correção de 6,81% do Piso é a principal reivindicação do movimento grevista da categoria, que já se encaminha para um mês.

Os profissionais querem que a proposta para pagar o Piso Salarial, no ponto que se refere aos aposentados, seja devidamente esclarecida. A assembleia também decidiu esperar que o governo se posicione acerca de toda a proposta. Uma nova assembleia for marcada para a próxima terça-feira (17), às 8h30, no Winston Churchill.

Além da correção do Piso Salarial, os trabalhadores em educação estão em greve por melhores condições de trabalho e em prol de reformas nas escolas. Tal ponto tem o total apoio dos estudantes, conforme demonstrado nos atos e assembleias realizados ao longo da greve. Na próxima semana uma audiência deverá acontecer com o Secretário Adjunto da Educação, Marino Azevedo, para tratar deste ponto.

A categoria também exige o pagamento de direitos que vêm sendo negados e o pagamento em dia dos salários dos aposentados, pagos com atraso há quase 27 meses.

VEJA TAMBÉM:

Sinte e Governo analisarão proposta discutida em audiência de conciliação

Justiça nega ilegalidade de greve e marca audiência entre Governo e Sinte

Professores, alunos, diretores e funcionários ocupam Secretaria de Educação

Grandes e médias escolas da rede estadual estão com aulas paralisadas, diz Sinte

Sinte/RN diz que adesão a greve está forte e aumentará ao longo da semana

Professores da rede estadual em Mossoró seguem os de Natal e decidem por greve

Secretária de Educação lamenta greve dos professores e alega ter apresentado propostas

Professores não aceitam proposta do governo e decidem pela greve

Governo apresenta quatro propostas para evitar greve dos professores

Secretária de Educação pede que professores não entrem em greve

Professores da Rede Estadual de Ensino aprovam indicativo de greve para o dia 22

Tags:

Rio Grande do Norte
RN
Piso Salarial
professores
trabalhadores em educação
esclarecimentos

voltar